UTL Repository >
ISA - Instituto Superior de Agronomia >
BISA - Biblioteca do Instituto Superior de Agronomia / Library >
BISA - Dissertações de Mestrado / Master Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/1988

Title: Utilização de dois teores de butirato no regime de desmame do leitão. Crescimento fisiológico, digestibilidade, fisiologia digestiva
Authors: Morais, Sandra Cristina Fernandes
Advisor: Freire, João Pedro Bengala
Keywords: piglet
butyrate
digestibility
intestinal fermentation
intestinal morphology
leitão
butirato
digestibilidade
morfologia intestinal
fermentação intestinal
Issue Date: 2009
Abstract: Twenty four piglets 21 days old (6.55±0.43 kg body weight) were used to test the effects of two levels of an encapsulated butyrate source on growth performances, digestibility, gastrointestinal tract development, intestinal mucosa morphology and intestinal fermentation. The piglets were assigned into three diets: RC (control), B:0.25 (base diet +0.25 % butyrate) and B:0.50 (base diet +0.50 % butyrate), attending to the fact that the used butyrate will provide 54 % butyric acid. The feed conversion ratio was significantly (P=0.0007) higher with the diet B:0.50. The use of butyrate increased the digestibility of acid-detergent fibre fraction (P=0.0165), and the B:0.25 diet increased the nitrogen retention. Changes were neither verified in the intestinal tract development nor in the intestinal mucosa morphology in any of the analysed segments. Diets B:0.25 and B:0.50 led to a lower volatile fatty acids production in the ileum but an increase was observed in de cecum.-------------------------------------Foram utilizados 24 leitões com 21 dias de idade para testar o efeito de dois teores de uma fonte de butirato protegido nos parâmetros zootécnicos, digestibilidade, desenvolvimento do tracto gastrointestinal, morfologia da mucosa intestinal e fermentação intestinal. Os leitões foram distribuídos por três regimes: RC (controlo), B:0,25 (regime de base +0,25 % de butirato) e B:0,50 (regime de base +0,50 % de butirato), sendo que a fórmula química de butirato usada doseia 54 % de ácido butírico. O índice de conversão foi 1,58; 1,71 e 2,40 para os regimes RC, B:0,25 e B:0,50, respectivamente (P=0,0007). A utilização de butirato aumentou a digestibilidade da fracção ADF (P=0,0165), e o regime B:0,25 aumentou a retenção azotada. Não houve alterações no desenvolvimento do tracto intestinal nem na morfologia da mucosa intestinal (duodeno, jejuno, íleo). Os regimes B:0,25 e B:0,50 conduziram a uma menor produção de AGV no íleo, mas a uma maior produção no ceco.
Description: Mestrado em Engenharia Zootécnica - Produção Animal - Instituto Superior de Agronomia / Faculdade de Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/1988
Appears in Collections:BISA - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE.pdf1.68 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE