UTL Repository >
FMH - Faculdade de Motricidade Humana >
BFMH - Biblioteca da Faculdade de Motricidade Humana - Noronha Feio >
BFMH - Teses de Doutoramento / Ph.D.Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/1767

Title: Jogo de actividade física e a influência de variáveis biossociais na vida quotidiana de crianças em meio urbano
Authors: Moreno, Duarte Nuno
Advisor: Neto, Carlos Alberto Ferreira
Keywords: Contexto urbano
Independência de mobilidade
Infância
Jogo de actividade física
Percepção do espaço
Rotinas de vida
Issue Date: 14-Mar-2010
Abstract: A proposta deste estudo, de tipo exploratório descritivo, remete para a identificação e análise de alguns indicadores associados à expressão do jogo de actividade física, das rotinas de vida das crianças, da sua percepção do espaço físico e grau de independência de mobilidade, em contexto urbano. A amostra é constituída por 163 sujeitos de ambos os sexos, residentes no centro da cidade de Matosinhos; um grupo etário de 8/9 anos com 82 sujeitos e um grupo de 11/12 anos com 81 sujeitos. Foram definidos dois grupos socioeconómicos distintos (elevado e baixo). Utilizaram-se os seguintes instrumentos: uma entrevista semi-estruturada realizada às crianças, a aplicação de um questionário aos pais, a realização de um diário de actividades e o uso de fotografias, obtidas pelas crianças em espaços do seu quotidiano; utilizou-se o método de análise de conteúdo em questões abertas, nas entrevistas e nos diários de actividades. Foram usados programas estatísticos – SPSS, versão 13.0 (2004) para Windows e Excel no tratamento dos itens da entrevista e questionário, sendo o nível de significância considerado de 5% (p≤0.05). As principais conclusões apontam para: (1) uma participação intensa em actividades formais e estruturadas, influenciada pela idade, sexo e origem socioeconómica das crianças; (2) elevados níveis de utilização de suportes electrónicos, principalmente a televisão e também uso crescente do telemóvel, com a função primordial de ligação aos pais, sendo utilizado mais pelas crianças mais velhas; (3) as crianças gostam mais de brincar com os amigos, com quem aprendem novas brincadeiras e preferem jogos electrónicos sendo que, a maioria deseja actividades movimentadas; (4) a casa é o lugar preferido das crianças, também gostam da escola e preferem o recreio, onde realizam mais jogos de corrida; (5) as crianças apresentam baixos níveis de autonomia de mobilidade que se manifesta pela ausência do uso da rua para brincar, sendo os trajectos de casa para a escola e para outros locais de actividades extracurriculares realizados, maioritariamente, de automóvel; (6) pais e filhos divergem em relação à percepção dos medos e dos limites de mobilidade na cidade; (7) globalmente, as crianças percepcionam a cidade como um espaço agradável, sendo que, o tráfego automóvel perturba a maior parte das crianças; (8) o ambiente urbano, revela-se um bom contexto de vida para as crianças, contudo, pelos efeitos da urbanização, têm vindo a ser impostas alterações nas suas rotinas de vida, restrições na independência de mobilidade e o afastamento gradual das crianças dos espaços públicos.
The proposal of this research, of a descriptive type, refers to the analysis and identification of some indicators associated to the expression of the physical activity play, of the routines of the children’s life, of their perception of the physical space and the degree of mobility independence, in an urban context. The sample is constituted by 163 members of both sexes, resident in the centre of the city of Matosinhos; a group of 82 members of 8-9 years old and a group of 11-12 years old. Two different social-economical groups were defined (low and high). The following tools were used: a semi-structured interview carried out to children, the application of a survey to the parents, the realization of a diary of activities and the usage of pictures, taken by children of areas of the daily life; the method of the context analysis in open questions was used in the interviews and in the diaries of the activities. The statistical programmes – SPSS, version 13.0 (2004) for Windows and Excel were used in the treatment of the items of the interview and the survey, being considered the significant level of 5% (p≤0.05). The main conclusions point to: (1) a strong participation in formal and structural activities, influenced by age, sex and social economical origins of the children; (2) high levels of electronically support usage, especially television as well as the increasing usage of the mobile phone, with the main goal of liaison with parents, being used in a higher way by older children; (3) children prefer to play with friends with whom they learn new plays and prefer electronic games being that the majority would rather use activities with movement; (4) home is the place children prefer, they also like school and prefer the playground where they can run; (5) children present low levels of autonomy of mobility which expresses itself by the lack of usage of the street to play, being the way from home to school and to other places of extracurricular activities done by car; (6) parents and children are poles apart concerning the fear perception and the limits of mobility in the city; (7) globally, children are aware of the city as an agreeable place, being that, the traffic jam disturbs the majority of them; (8) the urban environment appears as a good life context for children, however, due to the urbanization effects, some alterations in their daily life, restrictions in the mobility independence and the progressive withdrawal of children from public spaces have been imposed.
Description: Doutoramento em Motricidade Humana na especialidade de Ciências da Motricidade
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/1767
Appears in Collections:BFMH - Teses de Doutoramento / Ph.D.Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese.pdf16.85 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE