UTL Repository >
ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão / ISEG - School of Economics & Management Lisbon >
Biblioteca Francisco Pereira de Moura / Francisco Pereira de Moura Library >
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/1756

Title: Coaching: factores que influenciam a auto-avaliação do coach
Authors: Medeiros, João Ricardo Passos Bastos Coelho de
Advisor: Henriques, Paulo Lopes
Keywords: Coaching
coach
coachee
experiência
grau de influência
experience
level of influence
Issue Date: Mar-2010
Publisher: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citation: Medeiros, João Ricardo Passos Bastos Coelho de. 2010. "Coaching: factores que influenciam a auto-avaliação do coach". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão
Abstract: O estudo do coaching tem vindo a assumir uma importância cada vez maior no âmbito da gestão em organizações. Isto acontece porque, de facto, o coaching resulta e os seus benefícios superam em muito os custos que lhe estão associados. Este trabalho, usando como recurso questionários preenchidos por coaches, estudou o peso que algumas variáveis têm no grau de influência que estes percepcionam ter em relação aos coachees por si orientados. Para isso, usámos dois modelos de regressão linear múltipla. O modelo 1 testou a relação entre as variáveis explicativas "preparação técnica" e "inteligência emocional" e a variável dependente "grau de influência". Por sua vez, o modelo 2 testou a relação das variáveis explicativas "n° de anos de escolaridade", "função" (ser ou não gestor) e o "n° de anos de experiência enquanto coach" e a variável explicada "grau de influência". As principais conclusões havidas foram que, apesar da fraca capacidade explicativa dos modelos, estes mostraram ser estatisticamente significativos, tendo sido as variáveis "preparação técnica", "função" (ser ou não gestor) e "inteligência emocional" aquelas que demonstraram ser as que têm maior impacto na variável dependente.
The studies that have being made about coaching are more and more important to organizational management. This happens because coaching really works and its benefits are much higher than the costs associated to it. This project, by using as a resource questionnaires filled by coaches, studied the impact of some variables in the level of influence that coaches feel having on their coaches. In order to do that, we used two models. The first one, model 1, tested the relationship between the independent variables "technical preparation", "emotional intelligence" and the dependent variable "level of influence". On the other hand, model 2 tested the relationship between the independent variables, such as "years of education", "activity" (to be or not a manager) and "years of experience as a coach and the dependent variable "level of influence". From this we concluded that, despite the low explicative capacity of these two models, they are in fact statistically significant and that the independent variables that showed to be more significant to the increase of the level of influence were "technical preparation", "activity" (to be or not a manager) and "emotional intelligence".
Description: Mestrado em Ciências Empresariais
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/1756
Appears in Collections:DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese Coaching_João Medeiros.pdf1.9 MBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE