UTL Repository >
ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão / ISEG - School of Economics & Management Lisbon >
Biblioteca Francisco Pereira de Moura / Francisco Pereira de Moura Library >
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/1684

Title: Activity-based costing nas empresas financeiras em Portugal
Authors: Miguel, Rogério da Silva
Advisor: Samagaio, António Carlos de Oliveira
Keywords: Activity-Based Costing
Performance
Sistemas tradicionais de custeio
Bancos
Empresas de seguros
Activity-Based Costing
Performance
Traditional Costing Systems
Banks
Insurance companies
Issue Date: Jan-2010
Publisher: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citation: Miguel, Rogério da Silva. 2010. "Activity-based costing nas empresas financeiras em Portugal". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Abstract: Desde os finais dos anos 80 tem-se mostrado que o Activity-based costing (ABC) é uma ferramenta que permite um maior rigor no cálculo dos custos dos produtos/serviços bem como orienta os gestores para as verdadeiras causas ou factores geradores de custos, permitindo, assim, orientar os gestores no sentido de criar valor na própria cadeia de valor da empresa. No entanto, alguns autores (Cohen et al., 2005 e Roztocki, 2004) afirmam que o grau de adopção do ABC no mundo é relativamente reduzido face à divulgação que tem recebido. O presente trabalho visa medir o grau de adopção do ABC, as razões para a sua implementação ou não, a forma da sua utilização, o sucesso na implementação, as condições que afectaram a implementação, os seus benefícios e a associação entre a adopção e a performance nos bancos e empresas de seguros em Portugal. Os resultados obtidos indicam que 54% das empresas financeiras portuguesas adoptaram o ABC e na maioria dos casos como sistema de custeio principal. Dadas as características do sector, o estudo revela que a principal motivação para a sua adopção prende-se com a obtenção de custos mais precisos para efeitos de pricing. No que concerne à implementação do ABC verifica-se o papel crucial da gestão de topo na liderança deste processo. Por outro lado, o tempo despendido, o volume de trabalho e o processo de recolha de dados são alguns factores revelados no estudo como obstáculos à implementação com sucesso do ABC. Por último, o ABC permitiu que as empresas obtivessem benefícios de vária ordem (e.g. melhorar o cálculo dos custos do produto) e sobretudo, apresentem uma performance financeira superior às suas congéneres que não adoptaram o ABC.
Since the end of the 80s has shown that the Activities Based Costing (ABC) is a tool that allows greater precision in calculating the cost of products / services and guide the managers for the real causes and events of costs, this is geared to managers to create value in the value chain of the company. However, some authors (Cohen et al., 2005 and Roztocki, 2004) argue that the degree of adoption of ABC in the world is relatively small compared to the disclosure that it has received. This study aims to measure the degree of adoption of ABC, the reasons to implement or not the order of their use, the success in implementation, the conditions that affect the implementation, its benefits and the association between the adoption and performance in banks and insurance companies in Portugal. The results indicate that 54% of financial firms Portuguese adopted the ABC and in most cases as the principal costing system. Given the characteristics of the sector, the study reveals that the principal motivation for its implementation is related to obtaining more accurate cost for the pricing. Regarding to the implementation of ABC there is the crucial role of top management to lead this process. Moreover, the time spent, the amount of work and the process of data collection are some factors revealed in the study as barriers to successful implementation of ABC. Finally, ABC has allowed the company to obtain benefits of several orders (e.g. improving the costing of the product) and most importantly, show a superior financial performance to their counterparts that have not adopted ABC.
Description: Mestrado em Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/1684
Appears in Collections:DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
MCFFE_ACTIVITY BASED COSTING_ROGERIO MIGUEL.pdf455.41 kBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE