UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/1623

Title: Síndrome vestibular em canídeos
Authors: Ferreira, Ricardo Filipe da Silva
Advisor: Ferreira, António José de Almeida
Keywords: Síndrome vestibular
Sistema vestibular
Ouvido interno
Canídeo
Vestibular central
Vestibular periférica
Vestibular syndrome
Vestibular system
Inner ear
Canine
Central vestibular
Peripheral vestibular
Issue Date: 15-Dec-2009
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citation: FERREIRA, R. F. S. (2009). Síndrome vestibular em canídeos. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Abstract: A síndrome vestibular é uma apresentação neurológica relativamente comum em Medicina Veterinária. É definida como o conjunto de sinais clínicos associados a uma doença do sistema vestibular. A função do sistema vestibular é traduzir as forças de gravidade e movimento em sinais neurológicos utilizados pelo encéfalo para a determinação da posição da cabeça no espaço, e para a coordenação dos movimentos da cabeça com os reflexos motores responsáveis pela estabilidade postural e ocular. Desta forma, afecções do sistema vestibular resultam, frequentemente, em alterações posturais da cabeça e corpo, descoordenação motora e ataxia, e alterações nos movimentos oculares. O sistema vestibular é constituído por dois componentes funcionais: o componente periférico, localizado no ouvido interno e no qual se incluem os receptores sensoriais localizados no labirinto membranáceo e a porção vestibular do nervo craniano VIII; e o componente central, localizado no tronco cerebral e cerebelo, e no qual se incluem os núcleos e feixes vestibulares. Os cães com doença vestibular central apresentam, tipicamente, sinais clínicos adicionais que reflectem envolvimento do tronco cerebral. Estes podem incluir défices dos nervos cranianos, parésia, défices nas reacções posturais e estado mental alterado. É assim possível a diferenciação clínica entre a síndrome vestibular periférica e a síndrome vestibular central. Este é, aliás, o passo fundamental para a realização de um diagnóstico diferencial adequado, um plano diagnóstico e terapêutico correcto, assim como para elaborar considerações sobre o prognóstico. O protocolo terapêutico e o prognóstico são directamente dependentes da etiologia da disfunção vestibular, apresentando, por isso, grande variabilidade. As duas afecções mais comuns, que causam disfunção vestibular central, são neoplasias e infecção / inflamação; enquanto que em pacientes com sinais vestibulares periféricos, a otite média / interna e a doença vestibular idiopática são os diagnósticos mais frequentes. A componente prática da presente dissertação incide na descrição e análise de 8 canídeos apresentados à consulta no Hospital Escolar da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Técnica de Lisboa, com síndrome vestibular. Foram observados 5 canídeos com síndrome vestibular periférica, um deles com afecção bilateral do sistema vestibular, e 3 canídeos com síndrome vestibular central. Apesar de algumas dificuldades terem limitado, nalguns casos, a obtenção de um diagnóstico etiológico definitivo, a realização de um diagnóstico anatómico correcto foi possível na maioria dos casos.
ABSTRACT - CANINE VESTIBULAR SYNDROME - Vestibular syndrome is a relatively common neurologic presentation in Veterinary Medicine. It is defined as a combination of clinical signs associated with disease of the vestibular system. The function of the vestibular system is to transduce the forces of gravity and movement into neurologic signals that the brain can use to determine the position of the head in space, and to coordinate head movements with the motor reflexes responsible for postural and ocular stability. Thus, lesions of the vestibular system commonly result in abnormal posture of the head and body, motor incoordination and ataxia, and abnormal eye movements. The vestibular system is composed of two functional components: the peripheral component, located in the inner ear, include the sensory receptors located in the membranous labyrinth and the vestibular portion of cranial nerve VIII; and the central component, located in the brainstem and cerebellum, include vestibular nuclei and pathways. Dogs with central vestibular disease typically have additional clinical signs reflective of brainstem involvement. These can include deficits of cranial nerves, paresis, postural reaction deficits and altered mental status. It is then possible to clinically differentiate peripheral vestibular syndrome from central vestibular syndrome. In fact, this is the fundamental step in the elaboration of a proper differential diagnosis, an accurate diagnostic and therapeutical plan, and in the elaboration of prognostic considerations. The treatment and prognosis are directly dependent of the vestibular dysfunction aetiology, thus presenting great variability. The two most common disease processes that cause central vestibular dysfunction are neoplasia and infection / inflammation; whilst the two most common diagnoses in patients with peripheral vestibular signs are otitis media / interna and idiopathic vestibular disease. The practical component of this thesis concerns the study of 8 dogs presented with vestibular syndrome, at the Faculty of Veterinary Medicine Teaching Hospital. Five dogs with peripheral vestibular syndrome, one of which with bilateral disease of the vestibular system, and 3 dogs with central vestibular syndrome were observed. Despite some limitations in the attainment of a definitive etiologic diagnosis in some cases, an accurate anatomic diagnosis was possible in most cases.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/1623
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
SÍNDROME VESTIBULAR EM CANÍDEOS.pdf8.83 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE