UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/1559

Title: Avaliação morfométrica dos músculos da coxa de canídeos displásicos em regime pós-cirúrgico
Authors: Ribeiro, Ana Margarida Barreiros Tavares de Almeida
Advisor: Carreira, Luís Miguel Alves
Keywords: Displasia da anca
Doença degenerativa articular
Stress biomecânico
Atrofia muscular
Canine hip displasia
Degenerative joint disease
Biomechanical stress
Muscle atrophy
Issue Date: 29-Sep-2009
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citation: RIBEIRO, A. M. B. T. A. (2009). Avaliação morfométrica dos músculos da coxa de canídeos displásicos em regime pós-cirúrgico. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Abstract: A Displasia da Anca (DA) é uma doença incapacitante, hereditária, poligénica, ortopédica do desenvolvimento, caracterizada pela instabilidade da articulação coxo-femoral e pelo subsequentemente aparecimento de doença degenerativa articular (DDA), assumindo uma maior expressão em canídeos de raças médias e grandes. Trata-se de uma doença complexa cuja expressão genética é influenciada por diversos factores exógenos, sendo o seu diagnóstico definitivo conseguido através do recurso à imagem com a realização de radiografia padronizada às coxo-femorais do doente, após o 2º ano de idade. Os protocolos terapêuticos existentes e aplicados dependem de parâmetros como a idade, sinais (físicos e radiológicos) e sintomas clínicos exibidos pelo doente e das possibilidades económicas dos seus proprietários. No estudo realizado em 40 indivíduos da espécie canis familiaris, foi possível dividir a amostra (n=40) em 2 grupos (G1, cães saudáveis e G2, cães displásicos) e medir o diâmetro das coxas em 2 locais (M1 e M2). Todos os doentes de G2 foram sujeitos a cirurgia correctiva e submetidos a reavaliação para registo dos dados de M1 e M2, nos períodos pré-cirúrgico e pós-cirúrgico correspondente aos dias 10, 45 e 90. Foi possível concluir que a raça de canídeos mais afectada foi a raça Labrador (40%), que se trata de uma doença com maior incidência bilateral (60%), sendo o grau mais expressivo o D (50%). Quanto ao quadro clínico dos doentes ele variou de leve a grave, sendo os sinais clínicos e radiográficos mais expressivos a dificuldade que o doente tem para se levantar, a marcha tipo coelho, a hipertrofia da cápsula articular (90% para todos) e a incongruência articular (100%). Utilizando o teste de Repeated Measures ANOVA, foi possível concluir que existiu uma melhoria dos valores em M1 e M2 no período pós-cirúrgico, o qual estará relacionado com o facto de o doente ter ganho massa muscular após a eliminação do estímulo doloroso
ABSTRACT - MORPHOMETRIC EVALUATION OF THE THIGH IN DISPLASIC DOGS ON A PRE AND POS SURGERY SCHEME - Canine hip dysplasia (CHD) is one of the most common inherited developmental orthopedic diseases, primarily affecting medium and large breed dogs. A major feature of the disease is instability of the hip joint that leads to secondary degenerative joint disease (DJD). CHD is a complex, inherited, polygenic trait, gene expression in affected individuals may be modified by a number of environmental factors. A definitive diagnosis by convention is made only by standard radiography, performed after the age of 2. Therapeutic recommendations depend on the age of the patient, clinical and radiographic signs and on economic status of the clients. In this clinical trial, 40 individuals of the species canis familiaris were included and divide in 2 groups (G1 healthy dogs; G2 dysplastic dogs), the diameter of the thighs was measure in 2 locations (M1 and M2). All patients in G2 underwent surgery and the data from M1 and M2 in the pre and post-surgery period (10, 45 and 90 days), was recorded. It was possible to conclude that individuals most affected by CHD were the Labrador (40.0%), with a higher incidence of individuals suffering from bilateral (60.0%) and grade D canine hip dysplasia (50.0%). The clinical history ranged from mild to severe, and the most common clinical and radiographic signs were the difficulty raising, "bunny hopping", hypertrophy of the joint capsule (90.0%) and articular incongruity (100.0%). Using the Repeated Measures ANOVA test it was verified that individuals of group 2 pre and post surgery at 10, 45 and 90 days, had a significant improvement in the measurements of M1 and M2, which corresponds to a gain of muscle mass after elimination of the painful stimulus
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/1559
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
AVALIAÇÃO MORFOMÉTRICA DOS MÚSCULOS DA COXA DE CANÍDEOS DISPLÁSICOS EM REGIME PRÉ E PÓS-CIRÚRGICO.pdf2.3 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE