UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/1531

Title: Lipidose hepática em felídeos : revisão bibliográfica e estudo de caso
Authors: Neves, Ana Catarina Pedrosa
Advisor: Pontes, Joana Vidal
Brito, Maria Teresa da Costa Mendes Vítor Villa de
Keywords: Lipidose hepática felina
Gato
Síndrome colestática em gatos
Feline hepatic lipidosis
Cats
Cholestatic síndrome in cats
Issue Date: 17-Nov-2009
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citation: NEVES, A. C. P. (2009). Lipidose hepática em felídeos: revisão bibliográfica e estudo de caso. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Abstract: A Lipidose Hepática Felina (FHL) foi descrita pela primeira vez por Barsati et al., em 1977, como uma doença idiopática. Sabe-se hoje, que a maioria dos casos em que esta síndrome se manifesta (mais de 95%) sofrem de um processo patológico primário, que causa um estado catabólico. Trata-se de uma síndrome colestática comum e potencialmente fatal, e que afecta gatos domésticos especialmente de condição corporal elevada os quais sofreram um período de anorexia ou uma privação alimentar prolongada. Os gatos têm alguma predisposição a acumular triacilgliceróis nos seus hepatócitos através de vacuolização gorda que, quando severa, reflecte uma alteração metabólica subjacente. Durante este período de anorexia, algumas adaptações são feitas de forma a colmatar a diminuída ingestão calórica e de nutrientes. O substrato energético utilizado deixa de ser a glucose e passa a ser os ácidos gordos, provenientes da mobilização por lipólise das reservas adiposas. Apesar dos mecanismos fisiopatológicos ainda não estarem completamente compreendidos, é evidente que existe um desequilíbrio entre a mobilização das reservas adiposas para o fígado, a metabolização hepática dos ácidos gordos, ou a dispersão hepática dos triacilgliceróis. O estudo de caso teve como objectivo a caracterização de uma amostra de oito gatos, diagnosticados com Lipidose Hepática Felina quanto à predisposição de género, raça e idade. Foram descritos também os sinais clínicos, físicos e laboratoriais, e a sua incidência na população em estudo. Os animais em estudo foram apresentados à consulta com história de prostração (100%), anorexia (87,5%) e perda de peso (87,5%). O vómito, a obstipação, a adipsia e a poliúria com polidipsia foram também registados mas com menor incidência. O período de anorexia registado foi em média de 10 dias, variando entre os dois dias e as três semanas. Ao exame físico foi possível observar a desidratação (100%), a icterícia (62,5%) e o mau estado do pêlo (50%). Os exames complementares de diagnóstico revelaram como principais alterações o aumento das enzimas hepáticas na análise bioquímica, e o aumento da hiperecogenecidade do parênquima hepático à observação ecográfica. A afecção primária foi descoberta em todos os casos, sendo o tratamento dirigido para a sua causa sempre que possível. Dos oito gatos em estudo, o tratamento foi bem sucedido em cinco, dois foram submetidos a eutanásia e um morreu.
ABSTRACT - Feline Hepatic Lipidosis was reported for the first time by Barsati et al., in 1977, as an idiopathic condition. Nowdays, it’s known that most cats (greater than 95%) have a disease or a condition causing a catabolic state. It’s a common and potentially fatal cholestatic syndrome, affecting domestic cats specially those who are overweight and were exposed to a long period of anorexia or food privation. Cats have some propensity for accumulating triglycerides in their hepatocytes, through fatty vacuolization. Severe hepatic fat accumulation reflects an underlying metabolic disorder. During this anorexia period some physiologic adaptations are made to balance the decreased energetic intake. The energetic substrate changes from glucose to fatty acids, released by lipolysis from adipose stores. Although physiopathologic mechanisms remain incompletely understood, it is clear that there is an imbalance between peripheral fat stores mobilized to the liver, hepatic metabolization of fatty acids, and hepatic dispersal of triglycerides. The aim of this study was the characterization of an 8 cat sample, diagnosed with Feline Hepatic Lipidosis according to the age, sex and breed predisposition. Laboratorial, physical and clinical signs were also described as well as their incidence in the sample studied. The cats were presented with history of lethargy (100%), anorexia (87,5%) and weight loss (87,5%). Vomit, obstipation, adipsia, polyuria and polydipsia were also registed but affecting a minor number of animals. The average period of anorexia registed was 10 days, with a variation between two days and three weeks. In the physical exame was mainly observed dehydratation (100%), jaundice (62,5%), and an unkempt appearance (50%). Laboratorial findings revealed as main changes the increase of liver enzymes. Abdominal ultrasonography revealed an increased hyperecogenicity of hepatic parenchyma. The primary affection was discovered in all cases and the treatment was provided in order to solve it. Treatment was well succeded in five of the cats. Two were submitted to euthanasy, and the other one died.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/1531
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
LIPIDOSE HEPÁTICA EM FELIDEOS.pdf1.46 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE