Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/9928
Título: Codeteção de Helicobacter pullorum e Campylobacter SPP, em materiais de origem avícola
Autor: Soares, Ana Raquel Proença Branco
Orientador: Oleastro, Mónica Alexandra Sousa
Fraqueza, Maria João Ramos
Palavras-chave: Aves
Segurança dos alimentos
Helicobacter
Campylobacter
Agentes patogénicos de origem alimentar
Poultry
Food safety
Food-borne pathogens
Data de Defesa: 21-Out-2015
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Soares, A.R.P.B. (2015). Codeteção de Helicobacter pullorum e Campylobacter SPP, em materiais de origem avícola. Dissertação de mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: Helicobacter pullorum (H. pullorum), uma bactéria inicialmente isolada a partir das fezes e do fígado de aves de capoeira, tem sido associada a doenças gastrintestinais e hepáticas no Homem. Dada a dificuldade na identificação desta bactéria, devido à proximidade fenotípica com Campylobacter spp., pensa-se que as infeções derivadas estejam subestimadas. Este estudo teve como objetivo avaliar a presença de H. pullorum e Campylobacter spp. em frangos destinados ao consumo humano, ao nível de um matadouro em Portugal. Para tal, foram recolhidas amostras provenientes de conteúdo cecal e pele do pescoço de frangos de produção extensiva (cinco bandos) e intensiva (quatro bandos), num total de 18 amostras de cada tipo, representando 29.245 aves. As amostras foram testadas para H. pullorum e Campylobacter spp. por PCR e por cultura utilizando o método modificado do filtro. Os resultados demonstram uma elevada frequência dos dois microrganismos ao nível do trato intestinal dos frangos nos bandos testados: H. pullorum foi detetado em cinco dos nove bandos de frangos analisados ao nível deste matadouro (55,6%) e Campylobacter spp. em seis dos nove bandos (66,7%), considerando ambas as técnicas. Ambos os agentes patogénicos foram mais frequentes nos frangos de produção extensiva indoor do que nos frangos de produção intensiva: H. pullorum, 80% e 50%, respetivamente e Campylobacter spp., 100% e 75%, respetivamente. No geral, foi obtida maior taxa de positividade nas amostras de conteúdo cecal. Foi observada elevada frequência de codeteção por estes dois agentes patogénicos nas amostras recolhidas no matadouro: em cinco dos nove bandos ao nível das amostras cecais, e num dos bandos de frangos ao nível da pele do pescoço. O gene hcp, marcador do sistema de secreção do tipo VI (T6SS), foi encontrado em oito das 21 estirpes de H. pullorum testadas (38%), sugerindo uma virulência aumentada destes isolados para as aves e seres humanos. Sendo H. pullorum um agente patogénico emergente de origem alimentar, o estudo torna-se relevante no âmbito da saúde pública. Este tema engloba uma vasta área de interesses, ao nível da medicina veterinária e humana, saúde pública e segurança dos alimentos.
ABSTRACT - HELICOBACTER PULLORUM AND CAMPYLOBACTER SPP. CODETECTION ON POULTRY MATERIALS - Helicobacter pullorum (H. pullorum), a bacterium initially isolated from the feces and livers of poultry, has been associated with gastrointestinal and liver diseases in humans. Due to the difficulty in identifying this bacterium, because of the phenotypic concordance between Helicobacter and Campylobacter genus, it is considered an underestimated infection. This study aimed to assess the presence of H. pullorum and Campylobacter spp. in broilers for human consumption at the slaughterhouse level in Portugal. In order to carry out the experiment, samples from cecal contents and neck skins from extensive indoor (five flocks) and intensive production (four flocks) were collected, totaling 18 pools of each type, representing 29.245 birds. Samples were tested for H. pullorum and Campylobacter spp. by PCR and by culture using the modified filter method. The results showed a high frequency of the two microorganisms in flocks, at the gastrointestinal level: H. pullorum was detected in fiveof the nine flocks (55,6%) and Campylobacter spp. in eight of the nine flocks (66,7%) of chickens analyzed from the slaughterhouse, considering both technics. Both pathogens were more frequently detected in extensive indoor chickens than in intensive production chickens: H. pullorum, 80% and 50%, respectively, and Campylobacter spp., 100% and 75%, respectively. Overall, higher rate of positivity was observed for ceca samples for both pathogens. Most of the broiler intestines and neck skin samples from slaughterhouse presented co-infection/colonization with both these pathogens: at the level of cecal samples, in five of the nine flocks, and in the neck skin samples, in one flock. The hcp gene, marker of the type secretion system VI (T6SS), was detected in eight of the 21 (38%) strains of H. pullorum, suggesting an increased virulence in these isolates for poltry and humans. This subject covers a wide area of interests at the level of veterinary and human medicine, public health and food quality and safety.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/9928
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Codeteção de Helicobacter pullorum e Campylobacter SPP, em materiais de origem avícola.pdf1,07 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.