UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/988

Título: Estudo da infecção natural por protozoários dos géneros Babesia e Theileria numa exploração coudélica do Ribatejo
Autor: Rego, Bruno Miguel da Cunha Duarte
Orientador: Farrim, António Carlos Pinto
Ferreira, Luís Manuel dos Anjos
Palavras-chave: Babesia caballi
Theileria equi
Esfregaço sanguíneo
Transmissão transplacentária
Prevalência
Cavalo Lusitano
Blood smear
Transplacentary transmission
Prevalence
Lusitano Horse
Issue Date: 2008
Editora: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: REGO, B. M. C. D. (2008). Estudo da infecção natural por protozoários dos géneros Babesia e Theileria numa exploração coudélica do Ribatejo. Dissertação de Mestrado, Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: A piroplasmose equina, considerada a única doença intra-eritrocitária dos equinos, produzida pelos parasitas protozoários intra-eritrocitários, Babesia caballi e Theileria equi e transmitida principalmente por vectores da família Ixodidae, afigura-se como uma afecção de elevada patogenicidade e de grande importância económica. No que se refere às restrições impostas ao movimento de equinos, estas reflectem-se sobretudo em países tradicionalmente produtores e exportadores de cavalos, como é o caso de Portugal, onde a situação é endémica. Neste trabalho, para além do acompanhamento clínico-sanitário da babesiose e theileriose equinas nos animais propriedade da Coudelaria da “Companhia das Lezírias, S.A.”, foram analisados esfregaços sanguíneos de 10 éguas e respectivos poldros, com idade inferior a dez dias na altura da colheita das amostras. Desta forma procurámos avaliar a possibilidade de transmissão dos agentes da piroplasmose equina pela via transplacentária. Foi também realizado um levantamento da situação epidemiológica da doença no efectivo equino desta coudelaria, localizada no Ribatejo, recorrendo à análise de esfregaços sanguíneos de 47 animais, divididos por diferentes grupos consoante a sua idade, sexo e sistema de produção em que se encontravam. No que diz respeito ao ensaio sobre a possibilidade de transmissão transplacentária dos agentes da piroplasmose, concluímos que os quatro poldros que obtiveram resultados positivos para T. equi (40%) eram descendentes de éguas também elas positivas para o mesmo parasita, e que 80% dos poldros nascidos das cinco éguas positivas apresentaram também esfregaços positivos para T. equi. Estes resultados permitiram-nos comprovar a existência de uma possível ocorrência de transmissão transplacentária de T. equi, contudo não foi possível comprovar a mesma situação para B. caballi. Relativamente ao estudo da prevalência da doença no efectivo equino da coudelaria, 6,38% deles apresentaram esfregaços positivos para o agente B. caballi, enquanto que os equinos com resultados positivos para T. equi perfizeram 42,55%, num total de 48,94% de amostras positivas analisadas. Nos animais analisados neste estudo, 51,06% foram considerados negativos para ambos os parasitas. Mesmo admitindo que a nossa amostragem possa não reflectir exactamente a realidade epidemiológica na Coudelaria da CL, os resultados obtidos permitem-nos concluir que estamos perante uma região com elevados níveis de prevalência destes agentes, sobretudo T. equi, na população equina.
ABSTRACT - Study of the natural infection by protozoa of the genus Babesia and Theileria in an equine stud-farm from Ribatejo - Equine piroplasmosis, the only intra-erythrocytic disease in the horse, is produced by the intra-erythrocytic protozoa, Babesia caballi and Theileria equi, transmited specially by vectors from the Ixodidae family, highly pathogenic and considered of major economical relevance. The restrictions that are imposed to the equine movement, are reflected mainly in countries traditionally producers and exporters of horses, like Portugal, endemical for this disease. In this work, besides the clinical attendance of the equine babesiosis and theileriosis of the animals of the stud-farm of “Companhia das Lezírias”, we evaluated the blood smears from 10 mares and respective colts and fillies, that were less than 10 days of age by the time of the blood collection. This way, we evaluated the possibility of transplacentary transmission of the agents of equine piroplasmosis. We also made an epidemiologic study of the disease in the equine population of this stud-farm, located in Ribatejo region, studying the blood smears from 47 animals, divided in different groups by age, sex and equine production system. Regarding the essay about the possibility of transplacentary transmission of both agents of equine piroplasmosis, we concluded that the four young horses that tested positive to T. equi (40%) were descendants from mares which had positive results to the same parasite and that 80% of the offspring from the 5 positive mares also had blood smears with T. equi. This results allowed us to confirm the existence of a possible occurrence of transplacentary transmission of T. equi, however we could not prove the transplacentary transmission of B. caballi. Concerning the prevalence of the disease in the equine population of this stud-farm, we concluded that 6,38% presented positive blood smears for B. caballi, while the horses that tested positive for T. equi represented 42,55%, in a total of 48,94% positive samples. 51,06% of the animals included in this study were negative. Although our sampling may not show the exact epidemiologic reality of the stud-farm of “Companhia das Lezírias, S.A.”, the achived results allowed us to conclude that we are in presence of a region with high levels of prevalence for this agents, particularly T. equi, among the equine population.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/988
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ESTUDO DA INFECÇÃO NATURAL POR PROTOZOÁRIOS.pdf5,53 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE