Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/9351
Título: Coordenação interpessoal em voleibol : relações entre o distribuidor, o atacante central e o blocador adversário.
Autor: Infante, Jorge Manuel Castanheira
Orientador: Araújo, Duarte Fernando da Rosa Belo Patronilho de
Fernandes, Orlando de Jesus Semedo
Palavras-chave: Análise do jogo
Atacante central
Blocador
Complexo I
Dinâmica funcional
Distribuidor
Sucesso
Voleibol
Blocker
Functional dynamic
Middle hitter
Performance analyses
Setter
Volleyball
Data de Defesa: 2015
Citação: Infante, Jorge (2015) - Coordenação interpessoal em voleibol : relações entre o distribuidor, o atacante central e o blocador adversário. Tese de Doutoramento. Universidade de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana.
Resumo: Introdução: O presente estudo teve como principal objetivo a análise da coordenação estabelecida pela tríade distribuidor-atacante central-blocador central no desenvolvimento do ataque em Complexo I e de que modo estas relações explicam o sucesso ou insucesso do ataque em Voleibol. Métodos: Foram analisados 58 jogadas de ataque (30 de sucesso e 28 de insucesso) em Complexo 1, retiradas de dois jogos disputados entre três equipas que atingiram a fase final da 1.ª divisão de seniores masculinos, do campeonato nacional na época de 2012/2013. Esta análise foi efetuada através do software TACTO (Tool for Applied and Contextual Time-series Observation), envolvendo a captura de imagens (duas câmaras vídeo), a digitalização, a reconstrução a três dimensões dos deslocamentos dos jogadores e da bola, e o desenvolvimento de algoritmos em ambiente de programação interativo (MATLAB ®). Resultados: Os principais resultados mostraram que o método usado na captura e reconstrução tridimensional do espaço de jogo de Voleibol, apresenta um erro de medição aceitável e satisfatório para o fenómeno em estudo, uma vez que rondou valores inferiores a ¼ do diâmetro da bola de jogo. Também a fiabilidade dos dados obtidos foi escrutinada e os resultados conseguidos atestam a consistência interna das digitalizações efetuadas. Não encontrámos associações estatísticas na coordenação intra-equipa, entre as condições de sucesso e insucesso nas variáveis características da receção, da distribuição e do ataque, consubstanciada pela díade distribuidor-atacante central. As variáveis relativas à coordenação inter-equipa, manifestas na tríade distribuidor-atacante central-blocador central medida através do posicionamento relativo destes jogadores na fase de distribuição e de ataque, expressa por distâncias e ângulos do blocador para com o distribuidor e o atacante, bem como o alinhamento entre blocador e atacante na instante do contacto na bola, também não se mostraram preditoras da performance por parte do atacante. Conclusões: Os métodos e procedimentos utilizados no presente estudo mostraram-se válidos e fiáveis na análise da coordenação interpessoal no Voleibol. Contudo, a coordenação entre distribuidor, atacante central e blocador adversário não se revelou um fator discriminatório das ações de sucesso estudadas.
ABSTRACT : Introduction: This study aimed to analyze the coordination established by the triad setter - middle hitter - middle blocker in the development of the attack in Complex I and how these relationships explain the success or failure of the attack in Volleyball. Methods: We analyzed 58 attack rolls (30 successful and 28 failures) in Complex I, from two games played between three teams that reached the finals of the senior male Premier League, in 2012/2013 season. This analysis was performed with TACTO (Tool for Applied and Contextual Time-series Observation), involving the capture of images (two video cameras), digitization, 3-D reconstruction of the displacements of the players and the ball, as well as the development of algorithms in an interactive programming environment (MATLAB ®). Results: The main results showed the method used in the capture and 3-D reconstruction of the Volleyball playing space has an acceptable error, with a mean value approximately inferior to ¼ of the diameter of the game ball, allowing an acceptable measure of the phenomenon under study. Reliability was also verified showing internal consistency of the digitalization. We did not find statistical associations within team coordination between the conditions of success and failure on characteristic variables of reception, setting and attack considering the relationship between the setter and middle attacker. When focusing in between team coordination expressed by the setter, the middle attacker and the opponent blocker assessed by relative and angular positioning as well as the alignment between blocker and attacker the variables didn’t either predicted the performance of the middle attacker. Conclusions: The methods and procedures used in this study are valid and reliable for the analysis of interpersonal coordination in volleyball. However, the coordination between the setter, middle attacker and the opponent blocker didn’t reveal a significant factor to explain the studied situation.
Descrição: Doutoramento em Motricidade Humana, especialidade de Treino Desportivo
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/9351
Aparece nas colecções:BFMH - Teses de Doutoramento / Ph.D.Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese_JI V5 27jul2015.pdf1,95 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.