Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/9230
Título: Cenários de composição do ecomosaico florestal obtidos com maximização de utilidade esperada e entropia ponderada
Outros títulos: Compositional scenarios of forest ecomosaic obtained with maximization of expected utility and weighted entropy
Autor: Casquilho, José Pinto
Palavras-chave: utilities
contextual relevance
mean contributive value
Arrow-Pratt measure
decision space
Data: Jun-2015
Editora: Programa de Pós-graduação e pesquisa da UNTL
Citação: "Revista Veritas". ISSN 1410-0991. 3 (1) (2015) 23-38
Resumo: In this paper, we use a quantitative index named mean contributive value which combines the concepts of expected utility and weighted entropy. We aim to investigate how the geometry of utilities – concave, neutral or convex – does operate in obtaining the optimal solutions of composition of an ecomosaic, exemplified with selected forest habitats in the region of Nisa, Portugal. The results are discussed in a two-dimensional decision space, comprising the axes of economic value and landscape diversity, and show that concave utilities induce more balanced compromises in relative distribution of areas, compatible with the original meaning of "risk aversion" assigned to the Arrow- Pratt measure, here used to classify the utilities; on the contrary, neutral and convex utilities amplify the economic value penalizing landscape diversity. A benchmark assessment points out the "square root" utility transformation as the one generating the most suitable compromise in the example discussed-----------------Neste artigo utiliza-se um índice quantitativo designado valor contributivo médio que combina os conceitos de utilidade esperada e de entropia ponderada. Visa-se indagar como a geometria das utilidades – côncava, neutra ou convexa – opera na obtenção das soluções ótimas de composição relativa de um ecomosaico, exemplificado com habitats florestais selecionados na região de Nisa, em Portugal. Os resultados são discutidos num espaço de decisão bidimensional, comportando o valor económico e a diversidade paisagística como eixos, e mostram que as utilidades côncavas induzem soluções mais equilibradas na repartição de áreas, conforme ao sentido correlativo de “aversão ao risco” atribuído à medida de Arrow-Pratt, aqui usada para classificar as utilidades; pelo contrário, as utilidades neutra e convexa amplificam o valor económico, penalizando a diversidade paisagística. A aferição realizada aponta para utilidade da forma “raíz quadrada” como gerando o compromisso mais adequado no caso discutido
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/9230
Aparece nas colecções:CEABN - Artigos de Revista

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
REP-Casquilho_Veritasv3n1_23-38.pdf575,92 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.