Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/9142
Título: Estudo retrospectivo da dirofilariose cardiopulmonar numa população de canídeos do Litoral Alentejano, Portugal
Autor: Faria, Sérgio Henrique de
Orientador: Carvalho, Luís Manuel Madeira de
Palavras-chave: Dirofilariose cardiopulmonar canina
Dirofilaria immitis
Prevalência
GIS
Vila Nova de Santo André
Portugal
Canine cardiopulmonar dirofilariasis
Prevalence
Data de Defesa: 16-Jun-2015
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Faria, S.H. (2015). Estudo retrospectivo da dirofilariose cardiopulmonar numa população de canídeos do Litoral Alentejano, Portugal. Dissertação de mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: A Dirofilariose Cardiopulmonar Canina (DCC) é uma zoonose de distribuição global, causada pelo nemátode Dirofilaria immitis e transmitida pela picada de mosquitos hematófagos. Os hospedeiros definitivos mais comuns são os membros da Ordem Carnivora, em especial os cães. Nesta dissertação procurou-se fazer uma análise retrospectiva de 364 cães testados para DCC numa Clínica Veterinária no Alentejo Litoral, em Portugal, durante um período de 10 anos. Foi encontrado um agregado espacial (cluster) e também foram colhidos dados para serem efectuadas observações sobre os tipos de ocupação do solo nas áreas de maiores prevalências. A prevalência da DCC na zona do estudo foi de 22,8% e em algumas localidades chegou até 47,6%. Foi sugerida a possibilidade de as lagoas, os arrozais e alguns outros tipos de ocupação do solo da zona do trabalho poderem desempenhar papéis importantes na epidemiologia local da doença em estudo. O perfil do cão doente com DCC esteve em conformidade com outros trabalhos, que referem que, apesar de cães machos e de maior porte serem os mais prevalentes, estas características podem dever-se mais ao estilo de vida, do que ao tamanho e ao sexo do canídeo. O mesmo foi sugerido com relação às raças, ou seja, as aptidões das mesmas podem desempenhar papéis mais relevantes nas prevalências. As raças com maiores prevalências foram Cão de Pastor Alemão, Perdigueiro Português, Podengo Português Anão e Cão da Serra da Estrela. Entre os cães de raça cruzada, a prevalência dos cães de porte pequeno tiveram destaque sobre os demais tamanhos. Também se observou que os cães mais velhos foram mais acometidos. Os sinais clínicos mais frequentemente encontrados nos cães doentes com suspeita de DCC foram cansaço, inapetência, sopro cardíaco e tosse. Nos cães sem suspeita de DCC os sinais clínicos mais observados foram diarreia, conjuntivite e dermatite.
ABSTRACT - RETROSPECTIVE STUDY OF CARDIOPULMONARY DIROFILARIASIS IN A DOG POPULATION IN THE ALENTEJO COASTAL REGION OF PORTUGAL - Canine cardiopulmonary dirofilariasis caused by the nematode Dirofilaria immitis, is a zoonosis transmitted by the bite from hematophagous mosquitoes. It is a disease of worldwide distribution and the definitive hosts are the members of the Carnivore family, particularly the dog. This thesis is a retrospective analysis of 364 dogs tested for CCD over a ten year period in a veterinary clinic in Alentejo, on the Portuguese coast. In the area studied, a cluster of cases was identified and information collected on the types of land use in which the highest numbers of diseased dogs were found. The prevalence of CCD in the region studied was 22.8 per cent and in some areas was as high as 47.6 per cent. It is suggested that lakes, rice crops and other types of land use could play an important role in the epidemiology of CCD in this region. The profile of the ‘sick’ dog was in compliance with other studies, and the suggestion was that although larger male dogs show the highest prevalence, this could be as a result of lifestyle rather than gender and/or size. Breeds that were most affected were the German Shepherd, Portuguese Pointer, Small Portuguese Podengo, and Estrela Mountain Dog. Of the crossbreed dogs, smaller dogs showed a higher prevalence than larger ones. The study also showed a higher prevalence of the disease in older dogs. The most important clinical signs shown in symptomatic dogs were lethargy, inappetence, heart murmur and coughing. In the asymptomatic dogs, the most important clinical signs shown were diarrhea, conjunctivitis and dermatitis.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/9142
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.