Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/9130
Título: Estratégias visuais utilizadas durante a realização de um percurso com obstáculos.
Autor: Santos, Inês Paulo
Orientador: Silva, Maria Leonor Frazão Moniz Pereira da
Palavras-chave: Atenção visual
Estratégias visuais
Movimentos oculares
Visão foveal
Visão periférica
Eye movements
Foveal vision
Parafoveal vision
Visual attention
Visual strategies
Data de Defesa: 2010
Citação: Santos, Inês Paulo (2010) - Estratégias visuais utilizadas durante a realização de um percurso com obstáculos. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana.
Resumo: A visão é o único sentido que fornece informações precisas acerca das características envolvimentais, estáticas e dinâmicas e por isso é que o sistema visual é essencial para guiar os indivíduos de forma segura pelo envolvimento que o rodeia. A percepção que o indivíduo obtém de uma determinada cena ou do envolvimento que o rodeia é conseguida através dos movimentos oculares e geralmente é modelada por um processo chamado pesquisa visual. A pesquisa visual é o processo de varrimento da cena observada e a formação da sua imagem conceptual no cérebro. O comportamento dos movimentos oculares durante a visualização de uma cena pode ser dividido em duas fases temporais as fixações, períodos de tempo em que a observação de determinado ponto é relativamente estável; e as sacadas, períodos de tempo em que os olhos se movem de forma rápida entre dois pontos de fixação distintos. No presente estudo pretende-se caracterizar as estratégias visuais que os indivíduos de ambos os géneros fazem quando lhes é apresentada uma tarefa que consiste em deslocar-se livremente num percurso com obstáculos, partindo de um local pré-definido e tendo que alcançar uma meta. De uma maneira geral verificou-se que existem diferenças significativas entre os rapazes e as raparigas no tempo de fixação e no número de fixações. As raparigas passam mais tempo a olhar para locais fora do percurso e os rapazes passam mais tempo a olhar para a meta. Antes de iniciar a marcha as raparigas olham um maior número de vezes para a fase final do percurso e os rapazes olham um maior número de vezes para a parte do meio. Depois de iniciada a marcha, tanto as raparigas como os rapazes passam a fazer mais fixações na parte final e na meta. Verificou-se ainda que os indivíduos que passam mais tempo a fixar a meta, são aqueles que seguem um trajecto mais directo em relação à meta, sendo os mais eficientes. Em conclusão, o padrão do olhar é constituído por movimentos oculares que não são feitos ao acaso, eles fornecem informação bastante útil daquilo que é relevante para a execução da tarefa.
ABSTRACT: Vision is the only sense that provides precise information about one’s surroundings, for both mobile people or objects and immobile objects. The visual system is essential to guide people safely around their environment. The perception an individual gets from a particular scene or their surroundings, is accomplished by eye movements and is usually modeled by a process called visual search. Visual search is the scanning process of the scene observed and the formation of the conceptual image in the brain. The behavior of eye movements while viewing a scene can be divided into two temporal moments: fixations, periods in which observation of an item is relatively stable; and the saccades, periods in which the eyes move quickly to reorient between two different points. The current study is to characterize the differences in visual search between people from both genders, who have been given a task to move freely in an obstacle course, in which they start from a predefined location and have a goal to accomplish. In general it was found that significant differences occurred between boys and girls, in the duration and number of fixations. While the girls spend more time observing points outside the obstacle the course and look beyond the goal, the boys spend more time observing the goal. Before starting, the girls fixate more often on the final phase of the obstacle course, while the boys fixate more often on the middle. Once they commence, both the boys and the girls now fixate more often on the final phase or the end of the obstacle course. It was discovered, that the individuals who spent more time fixating on the goal of the obstacle course, are the ones who follow a more precise path in relation to the goal, making them the most efficient of all the participants. In conclusion, during the task, gaze patterns, created by non-random eye movements provide very useful information, which is relevant to completing the task.
Descrição: Mestrado em Reabilitação Psicomotora
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/9130
Aparece nas colecções:BFMH - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO.Inês Paulo Santos.pdf2,09 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.