Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/9089
Título: Dermatite atópica canina : impacto na qualidade de vida do doente e seus donos
Autor: Ruivo, Catarina Isabel Ramalho de Oliveira
Orientador: Cruz, Luís Miguel do Amaral
Lourenço, Ana Mafalda Gonçalves Xavier Félix
Palavras-chave: Dermatite atópica canina
Crónica
Impacto
Qualidade de vida
Questionários
Canine atopic dermatitis
Chronic
Impact
Quality of life
Questionnaires
Data de Defesa: 30-Jun-2015
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Ruivo, C.I.R.O. (2015). Dermatite atópica canina : impacto na qualidade de vida do doente e seus donos. Dissertação de mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: A dermatite atópica canina (DAC) é uma doença cutânea pruriginosa, crónica, recorrente e multifactorial, sendo muito semelhante à doença no Homem, não só quanto à existência de uma hiperreactividade imunológica, mas também quanto ao tipo e à distribuição das lesões, entre outros. Sabe-se que a incidência da dermatite atópica (DA) no Homem tem aumentado drasticamente nos últimos vinte a trinta anos. Não seria de estranhar que um aumento similar da ocorrência da doença acontecesse também nos cães. No entanto, é difícil saber se a DAC aumentou na mesma medida, mesmo assim, alguns autores estimam que 10-15% de todos os cães estão hoje em dia afectados. A DA é uma doença dermatológica reconhecida por afectar a qualidade de vida (Qv) dos indivíduos afectados. Nas pessoas, vários estudos sobre a Qv, têm demonstrado a existência de problemas físicos, sociais e psicológicos associados com a doença, em pacientes e seus familiares. Também em medicina veterinária, foi recentemente demonstrado que esta condição exerce um forte e negativo impacto na Qv de ambos, cães afectados e seus donos, sendo, no entanto, ainda escassos os dados nesta área. Este estudo foi realizado com o objectivo de avaliar o impacto que a DAC tem na Qv dos doentes e seus donos, na área metropolitana de Lisboa, estabelecendo correlações com a duração da doença, valores de prurido e de relação entre dono e animal. Adicionalmente, foi concretizado também com o intuito de entender qual a percepção dos médicos veterinários acerca deste tema. Para alcançar os objectivos propostos, foram utilizados dois questionários: um já validado, realizado aos donos, e um outro realizado aos clínicos. Perante a análise dos dados obtidos concluiu-se que a DAC tem efectivamente um impacto negativo na Qv do doente e dos seus donos. Nos proprietários, a Qv, surgiu afectada a nível emocional/ alteração de humor, a nível financeiro, em relação a encargos e desgaste relacionados com o tratamento, e na perturbação do sono. Já a Qv do animal, foi negativamente influenciada pelo prurido. O próprio tratamento é um grande fardo para os animais, sendo um aspecto relativo ao qual os donos mostram grande preocupação. Os clínicos consideram que existe uma lacuna na compreensão dos aspectos mais importantes da DAC e a sua percepção vai de encontro aos restantes resultados, no que diz respeito à existência de grande preocupação dos donos com os custos e tempo, envolvidos no cuidado do seu animal.
ABSTRACT - Canine atopic dermatitis - impact on patient quality of life and their owners - Canine atopic dermatitis (CAD) is defined as a pruritic, chronic and multifactorial disease which is very similar to the disease in man, not only as to the existence of an immune hyperreactivity, but also on the type and distribution of the lesions, among others. It is known that the incidence of atopic dermatitis (AD) in Man has increased dramatically in the last twenty to thirty years. It would not be surprising that a similar increase in the occurrence of the disease in dogs also happens. However, it is difficult to know if DA in dogs has increased to the same extent that it has in people, yet some authors estimate that 10-15% of all dogs are affected nowadays. AD is a skin disease recognized by affecting the quality of life (Ql) of affected individuals. In people, several studies have shown physical, social and psychological problems associated with AD, in patients and their families. Also in veterinary medicine, this disease has recently been demonstrated to have a strong impact on Ql of both dogs and owners affected; however data in this area is still scarce. This study was conducted in order to assess the impact that CAD has in Ql of patients and their owners, in the Lisbon metropolitan area, establishing correlations with disease duration, pruritus values and relationship between owner and animal. Additionally, it was also made in order to understand the perception of veterinarians of the subject. To achieve these objectives, two questionnaires were used: one already validated, held to the owners, and another for clinicians. In view of the data analysis, it was concluded that the CAD actually has a negative impact on patients and its owners Ql. The owners appeared affected on the emotional level / mood changes, financially, in relation to costs and tear related to treatment, and sleep disturbance. The animal Ql was negatively influenced by pruritus. The treatment itself is a big burden for the animals, something which owners show great concern. Clinicians consider that there is a gap in the understanding of the most important aspects of the DAC and their perception are in agreement with the remaining results, with regard to the existence of a major concern for owners with the costs and time involved in their pet's care.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/9089
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dermatite atópica canina – impacto na qualidade de vida do doente e seus donos.pdf1,51 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.