Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/8998
Título: Resultados de imunoterapia alergénio-específica sublingual em canídeos atópicos, no concelho de Oeiras : estudo piloto
Autor: Vicente, Marisa Alexandra Nunes
Orientador: Almeida, Rui José Correia de Oliveira Ferreira de
Correia, José Henrique Duarte
Palavras-chave: Dermatite atópica
Cão
Imunoterapia alergénio-específica
Sublingual
SLIT
Atopic dermatitis
Dogs
Allergen-specific immunotherapy
Sublingual
Data de Defesa: 7-Jul-2015
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Vicente, M.A.N. (2015). Resultados de imunoterapia alergénio-específica sublingual em canídeos atópicos, no concelho de Oeiras : estudo piloto. Dissertação de mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: A dermatite atópica canina (DAc) é uma doença de incidência elevada e crescente na população canina. A par da evicção alergénica, frequentemente inviável, a imunoterapia alergénio-específica (ITAE) é o único tratamento passível de modificar o curso natural da doença a longo prazo, mesmo após a sua suspensão. A via de administração tradicional de ITAE é a injeção subcutânea; no entanto, a via sublingual (SLIT) tem vindo a ganhar cada vez mais adeptos na comunidade médica devido à sua proclamada maior segurança, praticabilidade e conforto na aplicação. O principal objetivo deste estudo retrospetivo centrou-se na avaliação da eficácia de um protocolo inicial de 7 meses de SLIT em 22 canídeos atópicos. Numa primeira fase procedeu-se a análise epidemiológica dos painéis alérgicos de 72 canídeos diagnosticados clinicamente com DAc e submetidos a provas alergológicas serológicas. Destes, 16,7% resultaram num painel alérgico negativo a todos os aeroalergénios testados. Na amostra analisada não houve predomínio de género e a raça indeterminada e o Retriever do Labrador foram as mais prevalentes. O grupo de alergénios mais frequentemente envolvido no processo alérgico foi o dos ácaros, nomeadamente as espécies Dermatophagoides farinae, Acarus siro e Tyrophagus putrescentiae. Na segunda fase, analisou-se a resposta à terapêutica em 22 canídeos atópicos submetidos a um protocolo de 7 meses de SLIT, face a um grupo de controlo de 22 canídeos atópicos tratados exclusivamente com medicação antialérgica sintomática. Esta análise foi feita através de um questionário aplicado aos donos dos animais e através do grau de redução da necessidade de medicação antialérgica concomitante para controlo dos sinais clínicos de DAc. Obteve-se uma redução estatisticamente significativa dos níveis de prurido no grupo de estudo face ao grupo de controlo. Ainda, 31,8% dos animais conseguiram controlar os sinais clínicos de DAc com recurso apenas à SLIT ou, em alguns casos, combinada com champô hipoalergénico. De forma geral, 86,4% dos animais responderam positivamente ao tratamento com SLIT. No entanto, o período de 7 meses de tratamento foi insuficiente para prevenir recidivas após a suspensão, pelo que o mesmo deve ser alargado. Este estudo, apesar das suas limitações, contribui assim para o crescente volume de bibliografia que atesta a eficácia e segurança da SLIT, constituindo uma alternativa válida para o tratamento da DAc.
ABSTRACT - Results of a sublingual allergenic-specific immunotherapy protocol in atopic dogs in Oeiras, Portugal: a pilot study - Canine atopic dermatitis (cAD) is a disease with a high and increasing incidence in the canine population. Only allergenic avoidance, which is frequently not viable, and allergenspecific immunotherapy (ASIT) can affect the natural course of allergic diseases, even after treatment interruption. Subcutaneous injections are the traditional route of ASIT administration; however the medical community’s interest in sublingual administration (SLIT) is growing due to its high safety profile, practicability and more comfortable administration. The main purpose of this retrospective study was to evaluate the response to a 7-month SLIT protocol executed upon 22 atopic dogs. Initially (stage 1), we conducted an epidemiological analysis on the allergenic results of 72 dogs diagnosed with cAD, both clinically and through serological testing. From these, 16,7% had negative results to all allergens tested. In our sample, no sex predisposition was found, plus crossbreed dogs and Labrador retrievers were the most frequently affected out of the sample. Mites constituted the group of allergens mostly involved in the allergic pathway, specifically Dermatophagoides farinae, Acarus siro and Tyrophagus putrescentiae. In a second stage, we analyzed the treatment response of 22 atopic dogs that endured a 7- month SLIT protocol in comparison to a control group of 22 atopic dogs submitted only to an anti-allergic symptomatic drug treatment. This analysis was conducted using questionnaires presented to the dog’s owners and through the medical records, which allowed us to evaluate the need for anti-allergic medication in order to control the pruritus. We observed a significant statistical reduction in the level of pruritus in the study group, compared to the control group. Furthermore, in 31,8% of the dogs it was possible to control the clinical signs merely using SLIT or, in some cases, SLIT combined with a hypoallergenic shampoo. Overall, 86,4% of the dogs positively responded to SLIT. However, we concluded that the 7- month treatment period is not enough to prevent relapses after SLIT’s discontinuation and, therefore, the period of treatment should be longer. Despite the limitations, this study contributes to the growing body of evidence that supports the efficacy and safety of SLIT and considers it a viable alternative treatment in AD patients.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/8998
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.