Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/8986
Título: As tecnologias da informação e comunicação como suporte à aprendizagem informal no ensino da fisioterapia em Portugal.
Autor: Leal, Ângela Andrade
Orientador: Ferreira, Carlos Alberto Rosa
Palavras-chave: Aprendizagem informal
Credibilidade e fiabilidade dos dados
Fisioterapia
Internet
Tecnologias da informação e comunicação (TIC)
Data de Defesa: 2011
Citação: Leal, Ângela Andrade (2011) - As tecnologias da informação e comunicação como suporte à aprendizagem informal no ensino da fisioterapia em Portugal. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana.
Resumo: Objectivo: O objectivo geral é identificar o modo como os estudantes da área da fisioterapia em Portugal fazem a sua Aprendizagem Informal, focando essencialmente os meios de Tecnologias da Informação e Comunicação. Como objectivos específicos pretendeu-se caracterizar os alunos da amostra, relatar se aprendem de forma informal e como, verificar se as escolas oferecem suporte à aprendizagem informal, identificar quais os cuidados que os alunos têm quando realizam pesquisas na internet, e por fim, verificar se os resultados diferirão significativamente de acordo com quatro variáveis de categorização (género, tipo de ensino, localização do estabelecimento de ensino e ciclo de estudos). Amostra: Constituída por 12 estabelecimentos de ensino, num total de 578 indivíduos. Métodos: Foi criado um questionário, validado por peritos e por um pré-teste. Análise Estatística: Realizada através do software SPSS. Foi feita análise descritiva e posteriormente, para analisar o comportamento das variáveis em função das variáveis de categorização, foram feitos testes de hipóteses. Resultados: Em geral verificou-se que as TIC são amplamente utilizadas como suporte à aprendizagem informal pelos alunos da área da fisioterapia. No entanto, pelo que pudemos observar através dos dados recolhidos, os alunos fazem-no de uma forma autónoma, havendo pouca influência por parte do Estabelecimento de Ensino e, em particular, dos docentes. Conclusões: Os resultados poderão fornecer indícios sobre as maneiras informais como os alunos relatam estar a aprender através do uso dos computadores, e nomeadamente, a internet. Esta informação pode ser útil no sentido de definir melhores estratégias de aprendizagem, dando incentivo aos alunos para práticas de aprendizagem informal.
Descrição: Mestrado em Ciências da Educação - Especialidade de Tecnologia Educativa
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/8986
Aparece nas colecções:BFMH - Dissertações de Mestrado / Master Thesis



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.