Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/8961
Título: Corporate governance and performance measures : the French case
Autor: Santos, Steven Castela dos
Orientador: Vieira, Telmo
Palavras-chave: Governo de Sociedades
ROE
ROA
Tobin´s Q
França
Independência do conselho de administração
Tamanho do conselho de administração
Mulheres no conselho de administração
Corporate Governance
France
Board Independence
Board Size
Female Board Members
Data de Defesa: 2013
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Santos, Steven Castela dos (2013). "Corporate governance and performance measures : the French case". Dissertação de Mestrado, Universidade de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: O objetivo deste estudo é analisar algumas medidas de governo de sociedades, em especial variáveis de composição do conselho de administração, e a sua relação com a performance da empresa. Através de uma amostra de empresas francesas do Índice bolsista SBF120 pertencente à NYSE Euronext, foi possível construir uma base de dados de painel, desde 2005 a 2012, com 71 empresas e 10 variáveis. Os três indicadores usados para avaliar a performance das empresas, ROE, ROA e Tobin´s Q apresentaram resultados significativos em relação à existência de uma associação negativa entre a independência dos membros do conselho de administração e a performance da empresa o que corrobora a hipótese em estudo. Em relação à presença de mulheres no conselho de administração os resultados são contrários à hipótese formulada, constatando uma associação negativa com o ROE e o Tobin´s Q. A hipótese que relaciona negativamente o tamanho do conselho de administração com a performance da empresa apresentou resultados divergentes, o que não permite apresentar conclusões sustentadas.
The aim of this study is to analyze some measures of corporate governance, especially board composition variables, and their relation with firm performance. Given a sample of French companies of the SBF120 Index belonging to NYSE Euronext, it was possible to build a panel database, from 2005-2012, with 71 companies, and 10 variables. The three proxies used for firm performance, ROE, ROA and Tobin´s Q presented significant results regarding the existence of a negative association between board independence and firm performance and the hypothesis in study was corroborated. Regarding the presence of female board members the results went against the formulated hypothesis, finding a negative association with ROE and Tobin´s Q. The hypothesis that relates the board size with firm performance has presented mixed findings, so a conclusion is not consistent.
Descrição: Mestrado em Finanças
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/8961
Aparece nas colecções:DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM-SCS-2013.pdf1,38 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.