Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/8864
Título: Estudo comparativo da análise citológica e histopatológica de massas cutâneas e subcutâneas em cães e gatos
Autor: Gomes, Rafael Antunes
Orientador: Leal, Nuno Miguel da Costa
Luís, José Paulo Pacheco Sales
Palavras-chave: Cães
Gatos
Citologia
Histopatologia
Punção por agulha fina
PAAF tumores cutâneos
Tumores subcutâneos
Dogs
Cats
Cytology
Histopathology
Fine needle aspiration biopsy
FNAB
Cutaneous tumors
Subcutaneous tumors
Data de Defesa: 15-Mai-2015
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Gomes, R.A. (2015). Estudo comparativo da análise citológica e histopatológica de massas cutâneas e subcutâneas em cães e gatos. Dissertação de mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: A análise citológica consiste num exame complementar que pode ser fonte de informação diagnóstica relevante para qualquer clínico de pequenos animais. De baixo custo e de relativa facilidade de execução, a análise citológica pode facilmente ser integrada nos exames de diagnóstico proporcionados por qualquer centro veterinário. A avaliação microscópica das amostras citológicas pode ser feita diretamente pelo clínico, sendo requerida alguma dedicação e prática, ou serem enviadas para laboratórios externos onde são avaliadas por profissionais experientes. Por outro lado, a análise histopatológica é considerada análise de eleição para o diagnóstico de massas tumorais, incluindo as cutâneas e subcutâneas. Embora a análise histopatológica consiga na grande maioria dos casos identificar claramente a origem celular da neoplasia, fornecendo informações indispensáveis para o correto seguimento clínico, tratamento e prognóstico, trata-se de um exame que necessita de uma colheita de material realizada de forma mais invasiva e de um maior processamento da amostra. No caso da citologia a colheita e a visualização da lâmina são muito rápidos. O objetivo deste estudo retrospetivo foi então compreender a correlação entre as análises citológica e histopatológica, comparando os diversos diagnósticos alcançados através das duas análises. A amostra consiste num total de 65 lesões, provenientes de 41 (89,4%) cães e 5 (10,6%) gatos, recolhidas entre 2009 e 2013. Destas 65 lesões apenas 60 (92,3%) foram incluídas no estudo, já que 5 (7,7%) foram consideradas inconclusivas e sem valor de diagnóstico. Todas as amostras depois de colhidas por punção aspirativa por agulha fina, foram depois avaliadas no Hospital Veterinário do Oeste. Já as análises histopatológicas foram enviadas para os laboratórios INNO® e Segalab® após exérese cirúrgica das massas. Os resultados foram depois analisados, concluindo que as neoplasias mais diagnosticadas foram as de células redondas, com destaque para os mastocitomas, neoplasia mais comumente diagnosticada, representado cerca de 33,3% do total de lesões analisadas. A neoplasia benigna mais comumente diagnosticada foi o adenoma das glândulas perianais com 25,0% do total de de neoplasias. Na verificação dos diagnósticos obtidos, a concordância entre as duas análises ficou provada em 84,6% dos casos.
ABSTRACT - Comparative Study of the Cytologic and Hystopatologic Analyses of Cutaneous and Subcutaneuos Masses from Cats and Dogs - The cytologic analysis is a diagnostic procedure that can be a valuable source of information for Veterinarians. This analysis can easily be done in every veterinary center due to its low cost and moderate difficulty. With some dedication and technique the cytologic specimens can be microscopicly evaluated by the veterinarian or sent to an external laboratory to be evaluated by experienced professionals. Despite its numerous advantages (easiness of sample collection, rapidity of results and low cost), to achieve a definitive diagnosis, the cytologic analysis is not the most reliable of the complementary exams. Thus, for cutaneous and subcutaneous masses, the histopathology is considered the golden method to achieve a definitive diagnosis. Although the histopathologic exam can, in most of the cases, identify the cellular origin of the mass and provide crucial information for a correct clinical follow-up, treatment and prognostic, the sample collection is more aggressive and requires a longer processing time. As far as the cytologic examination is concerned, the collection and evaluation of samples is almost immediate. This retrospective study aimed to evaluate the correlation between cytologic and histopathologic analysis.The study was based in 65 lesions (41 from dogs (89,4%) and 5 from cats (10,6%)) collected between 2009 and 2013. However, only 60 lesions (92,3%) were taken in consideration as the remaining 5 (7,7%) were unsatisfactory and therefore excluded from the study. After proceeding with the fine-needle aspiration biopsy the samples were sent to and processed in the laboratory of the Hospital Veterinario do Oeste. After surgical excision, the histopathologic samples were sent to external laboratories: INNO® and Segalab®. The round cell tumors were the most diagnosed ones with 36,4%, where mastocitomas represented 33,3% of all lesions. The perianal gland tumor was the most beningn neoplasia diagnosed, representing 25% of all lesions. The correlation of both analyses was proven in 84,6% of the cases studied.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/8864
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.