Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/8622
Título: Salto de uma plataforma para o solo : perceção de altura máxima e altura real de salto em crianças.
Autor: Pascoal, Joana Isabel Claro
Orientador: Matos, Rita Cordovil
Palavras-chave: Altura de salto para o solo
Competência motora
Crianças
Local de observação
Magnitude de erro
Perceção
Tendência de erro
Variáveis morfológicas
Children
Drop jump height
Morphological variables
Motor competence
Perception
Point of observation
Data de Defesa: 2015
Citação: Pascoal, Joana Claro (2015) - Salto de uma plataforma para o solo : perceção de altura máxima e altura real de salto em crianças. Dissertação de Mestrado. Universidade de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana.
Resumo: O presente estudo examinou a influência da idade, do sexo, de variáveis morfológicas, do local de observação e da competência motora na perceção e ação numa tarefa de salto de uma plataforma para o solo. Foi pedido a 91 crianças dos 5 aos 10 anos (M=8.23 anos; DP=1.44 anos), que estimassem a sua altura máxima de salto antes desta ser determinada. Os resultados indicaram que: (i) a altura máxima de salto foi sobrestimada a partir da base e subestimada a partir do topo; (ii) crianças com melhor competência motora revelaram maior percentagem de acertos na estimativa a partir da base; (iii) a magnitude do erro na base foi principalmente influenciada pela idade e pela competência motora, não se verificando influências significativas das variáveis testadas na magnitude do erro a partir do topo; (iv) a altura máxima de salto foi principalmente explicada pela idade; (v) a altura sentado e o sexo foram as principais preditoras da estimativa a partir da base e a idade foi a principal preditora na estimativa a partir do topo. Este estudo é enquadrado numa abordagem ecológica ao risco, pretendendo contribuir o melhor conhecimento sobre a perceção e ação das crianças em situações de risco.
ABSTRACT: The present study examined the influence of age, sex, morphologic variables, point of observation and motor competence in the perception and action of a drop jump task from a platform to the ground. Ninety one children between 5 and 10 years old (M= 8.23 years; SD= 1.44 years) were asked to estimate their maximum jump height before it was actually measured. The results indicated that: (i) maximum jump height was overestimated when children were on the ground and underestimated when they were at the top; (ii) children with better motor skills were more accurate than their peers when predicting their maximum jump height from the ground; (iii) error magnitude from the ground was mainly influenced by age and motor competence, but none of tested variables influenced error magnitude from the top; (iv) maximum jump height was mainly explained by age; (v) sitting height and sex were the best predictors for the estimation from the ground and age was the best predictor for the estimation from the top. This study is framed in an ecological approach to risk and aims to enhance the knowledge regarding the perception and action of children in risk situations.
Descrição: Mestrado em Desenvolvimento da Criança na variante de Desenvolvimento Motor
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/8622
Aparece nas colecções:BFMH - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TeseFinal_JoanaPascoal.pdf1,01 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.