Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/8441
Título: Contribuição para o estudo da criptosporidiose em vitelos de explorações leiteiras da ilha Terceira, Açores
Autor: Barros, Sílvia Vanessa Antunes de
Orientador: Flor, Isilda Cristina Gomes
Carvalho, Luís Manuel Madeira de
Palavras-chave: Cryptosporidium sp.
Vitelos
Prevalência
Risco de infecção
Ilha Terceira
Açores
Portugal
Calves
Prevalence
Risk of infection
Terceira island
Azores
Data de Defesa: 14-Abr-2015
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Barros, S.V.A. (2015). Contribuição para o estudo da criptosporidiose em vitelos de explorações leiteiras da ilha Terceira, Açores. Dissertação de mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: Os protozoários do género Cryptosporidium são parasitas obrigatórios, sendo algumas espécies responsáveis por diarreias em vitelos. O impacto da criptosporidiose nas explorações leiteiras fica a dever-se sobretudo às perdas económicas provocadas pela doença clínica, nomeadamente os gastos directos em tratamentos veterinários e os gastos indirectos devido a mortalidades e atrasos no crescimento. O contágio é efectuado por via fecal-oral e a transmissão pode ocorrer de forma directa pelo contacto com fezes de animais infectados, ou de forma indirecta pelo contacto com superfícies contaminadas ou pela ingestão de água ou alimentos contaminados. Os objectivos deste estudo foram avaliar a prevalência e os fatores de risco associados ao parasitismo por Cryptosporidium sp. em vitelos de explorações leiteiras até aos 60 dias de idade, com e sem diarreia, na ilha Terceira, Açores. As amostras fecais foram colhidas de 250 vitelos provenientes de 51 explorações e analisadas através de esfregaço fecal e coloração de Ziehl-Neelsen modificada. A consistência das fezes foi classificada de forma a avaliar a presença ou ausência de diarreia. Dados das prácticas de maneio e condições sanitárias foram obtidos através de questionário ao produtor. A prevalência global da infeção por Cryptosporidium sp. foi de 31,2% nos animais examinados e 54,9% das explorações possuíam pelo menos um animal positivo. Os vitelos com idade compreendida entre os 1-7 dias e entre os 8-15 dias apresentaram as maiores prevalências 42,9% e 54,1%, respectivamente. Das fezes diarreicas, 53,5% foram positivas e apenas 16,1% das fezes normais foram positivas. A análise estatística mostrou que existe uma associação significativa (p<0,05) entre a infecção por Cryptosporidium sp. e a idade e a presença de diarreia. Nenhuma das variáveis obtidas por questionário demonstrou ter um efeito significativo no desencadear da parasitose (p>0,05). Este estudo sugere fortemente que os vitelos até aos 21 dias de idade são uma importante fonte de infecção e a principal fonte de contaminação ambiental neste sistema de produção leiteira.
ABSTRACT - Contribution to the study of cryptosporidiosis in calves of dairy farms from Terceira Island, Azores - The protozoans of genus Cryptosporidium are obligate parasites, and some species are responsible for diarrhea in calves. The impact of this disease on dairy farms is mainly due to the economic losses caused by clinical disease, including direct costs in veterinary treatment and indirect costs due to mortality and growth retardation. Infection occurs through fecal-oral route and the transmission can arise directly through contact with the feces of infected animals, or indirectly by contact with contaminated surfaces or by water or contaminated food. The objectives of this study were to evaluate the prevalence and risk factors associated with Cryptosporidium sp. in calves of dairy farms up to 60 days of age, with and without diarrhea in Terceira Island, Azores. Fecal samples were collected in 250 calves from 51 farms and analyzed by fecal smear and modified Ziehl-Neelsen staining. Faeces consistency was graded to assess the presence or absence of diarrhea. Data of management practices and sanitary conditions were obtained through a questionnaire to the producer. The overall prevalence of infection by Cryptosporidium sp. was 31.2% and 54.9% of farms had at least one positive animal. Calves aged between 1-7 days old and between 8-15 days old showed the highest prevalence 42.9% and 54.1%, respectively. Of diarrheal faeces 53.5% were positive and only 16.1% of normal faeces were positive. Statistical analysis showed a significant association (p <0.05) between the infection by Cryptosporidium sp. and the animal age and the presence of diarrhea. None of the variables obtained by questionnaire have shown a significant effect on the onset of the parasitosis (p> 0.05). This study strongly suggests that the calves until 21 days of age are a major source of infection and a major source of environmental contamination in this dairy production system.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/8441
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.