Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/8440
Título: Avaliação Doppler da hemodinâmica na veia porta e veia cava caudal em Mustela putorius furo : estudo preliminar para definição de valores de referência
Autor: Cunha, Marilisa de Sousa
Orientador: Barceló, Andrés Montesinos
Jesus, Sandra de Oliveira Tavares de Sousa
Palavras-chave: Mustela putorius furo
Furão
Veia porta
Veia cava caudal
Ultrassonografia duplex
Ferret
Portal vein
Caudal vena cava
Duplex ultrasound
Data de Defesa: 27-Fev-2015
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Cunha, M.S. (2015). Avaliação Doppler da hemodinâmica na veia porta e veia cava caudal em Mustela putorius furo : estudo preliminar para definição de valores de referência. Dissertação de mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: A ultrassonografia duplex é actualmente o exame diagnóstico de eleição na avaliação da anatomia vascular e dinâmica de perfusão sanguínea. Em medicina veterinária a sua aplicação assume cada vez maior expressão, sobretudo nas espécies canina e felina. A progressiva popularidade do furão (Mustela putorius furo) como animal de companhia e a procura de cuidados médicos especializados potenciou a evolução da medicina. Até à data não existem registos da aplicação desta técnica no estudo de vasos sanguíneos nesta espécie. A inexistência de valores de referência limita o potencial diagnóstico. O principal objectivo deste estudo foi definir valores de referência para parâmetros hemodinâmicos na veia porta e cava caudal do furão, através do exame Doppler espectral sob anestesia com isoflurano. Pretendeu-se também avaliar qualitativamente o fluxo sanguíneo nestes vasos. O exame foi realizado na porta hepatis e a análise quantitativa envolveu o diâmetro (D), velocidade média (VF), fluxo sanguíneo médio (FS), índice de pulsatilidade (IP) e índice de congestão (IC). No total observaram-se 32 animais (16 fêmeas e 16 machos); um furão foi excluído devido a marcada replecção gástrica. O grupo A (n=17) incluiu animais clinicamente saudáveis e constituiu o grupo controlo. O grupo B (n=14) reuniu animais com patologia clinicamente comprovada. Devido a critérios de inclusão, a avaliação portal baseou-se apenas em 15 animais no grupo A e 13 no grupo B. No grupo controlo, observou-se fluxo uniformemente anterógrado na veia porta. O traçado espectral foi contínuo (padrão monofásico) com ligeiras oscilações respiratórias. Na veia cava caudal observou-se fluxo uniformemente anterógrado ligeira a marcadamente pulsátil e com pequenas oscilações associadas ao ciclo respiratório. Apenas um animal apresentou fluxo retrógrado no centro do vaso. Com base nos valores obtidos no grupo controlo calcularam-se os valores de referência (IC 95%). Na veia porta: D – 0.31-0.51 cm; VF – 14.30-24.97 cm/seg; FS – 1.50-5.92 ml/min/kg; IP – 0.12-0.28 cm/s; IC – 0-0.01 cm×s. Na veia cava caudal: D – 0.16 – 0.34 cm; VF – 13.42-30.42 cm/s; FS – 0.43-1.38 ml/min/kg; IP – 0.11-0.46 cm/s; IC – 0-0.01 cm×s. A comparação entre grupo A e B revelou diferença estatisticamente significativa do IP para ambas as veias (P=0,029 e P=0,032, respectivamente). Este projecto pioneiro disponibiliza novas informações sobre a biologia do furão e estabelece o ponto de partida para futuras investigações.
ABSTRACT - DOPPLER HAEMODYNAMIC EVALUATION OF PORTAL AND CAUDAL VENA CAVA IN MUSTELA PUTORIUS FURO: PRELIMINARY STUDY TO ESTABLISH REFERENCE VALUES - Duplex ultrasonography is currently the gold standard exam on vascular anatomy and haemodynamics. This technique has been increasingly used in veterinary medicine, particularly in cat and dog medicine. Ferret (Mustela putorius furo) medicine has been progressively evolving due to the rising popularity as a pet and the demand for specialized medical care. However, records of duplex ultrasonography examination of ferret’s blood vessels are inexistent. The lack of reference values limits its potencial as a diagnostic tool. The principal aim of the current study was to establish reference values for hemodynamic parameters of portal and caudal vena cava of ferrets. These parameters were measured with spectral Doppler in ferrets under isoflurane anaesthesia. It was also intended to qualitatively evaluate blood flow. All exams were performed at porta hepatis and the quantitative analysis included: diameter (D), median velocity (FV), median blood flow (BF), pulsatile (PI) and congestive index (CI). Thirty two animals were examined (16 hobs and 16 jills). One ferret was excluded owing to a marked increase in stomach volume. Group A (n=17) was the control group and included clinically healthy animals. Group B (n=14) was formed by clinically unhealthy animals. Due to inclusion criteria, portal vein exam included only 15 ferrets in group A and 13 in group B. The portal vein blood flow in group A was uniformly anterograde. The spectral waveform was continuous (monofasic pattern) with mildly respiratory oscillations. The caudal vena cava blood had a similar type flow but lightly to heavily pulsatile. The only exception was a ferret with retrograde flow in the center of the vein. The reference values of quantitative parameters were calculated from control group data with a CL of 95%. Portal vein normal values were: D – 0.31-0.51 cm; FV – 14,30-24,97 cm/seg; BF – 1,50-5,92 ml/min/kg; IP – 0,12-0,28 cm/s; IC – 0-0,01 cm×s. Caudal vena cava reference values were: D – 0.16 – 0.34 cm; FV – 13,42-30,42 cm/s; BF – 0,43-1,38 ml/min/kg; IP – 0,11-0,46 cm/s; IC – 0-0,01 cm×s. The haemodynamic parameters under evaluation were compared between group A and B. IP was statistically different between these two groups in portal (P=0,029) and caudal cava vein (P=0,032). This pioneer project gives new biological information on the ferret and is the beginning of future investigations in the field.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/8440
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Avaliação Doppler da hemodinâmica na veia porta e veia cava caudal em Mustela putorius furo.pdf2,49 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.