Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/837
Título: Quanto vale o mar na economia portuguesa?
Autor: Valério, Nuno
Palavras-chave: Portugal
mar
pesca
portos
marinha mercante
defesa naval
Data: 2006
Editora: ISEG - GHES
Citação: Valério, Nuno. 2006. "Quanto vale o mar na economia portuguesa?". Instituto Superior de Economia e Gestão – GHES Documento de Trabalho/Working Paper nº 29-2006
Relatório da Série N.º: Documento de Trabalho/Working Paper;29
Resumo: Este texto procura fazer uma avaliação quantitativa das principais actividades económicas directamente relacionadas com o mar - pesca, portos, marinha mercante e defesa naval - em Portugal desde o século 19. Conclui que essas actividades aumentaram a sua importância no princípio do século 20 e perderam importância nos finais do século 20. O ponto de viragem foi bastante precoce no caso da pesca e da actividade dos portos (década de 1920) e mesmo da defesa naval (década de 1930), mais tardio no caso da marinha mercante (década de 1960). Estas actividades representam hoje, no seu conjunto, cerca de 1,5 % do valor acrescentado total da economia portuguesa. Porém, parece haver possibilidade de um aumento do peso da economia marítima na economia portuguesa, atendendo às potencialidades de expansão destas e de outras actividades, como a aquacultura e o recreio marítimo, que são favorecidas pela geografia do País.
This paper tries to make a quantitative assessment of the evolution of the main economic activities directly related to the sea - fishing, ports, merchant navy and naval defence - in Portugal since the 19th century. It concludes that these activities increased their importance in the early 20th century, and lost importance during the late 20th century. The turning point came rather early in the case of fishing and port activity (1920s), and even of naval defence (1930s), somewhat later in the case of merchant navy (1960s). These activities represent today, on the whole, around 1.5 % of total added value in the Portuguese economy. However, an increase of the weight of maritime economy in the Portuguese economy seems possible, given the possibility to expand these activities and others, such as aquaculture and sea leisure, which are favoured by the country's geography.
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/837
Aparece nas colecções:GHES - Documentos de Trabalho / GHES - Working papers
DCS - Documentos de trabalho / Working Papers

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
WP29.pdf3,56 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.