Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/8088
Título: Caracterização das funções executivas na perturbação de hiperactividade com défice de atenção, síndrome de Asperger e dislexia, através da aplicação do Behavior Rating Inventory of Executive Function (BRIEF)
Autor: Jorge, Sara Marina Fraga
Orientador: Melo, Ana Isabel Amaral do Nascimento Rodrigues de
Palavras-chave: Avaliação
Disfunção executiva
Dislexia
Funções executivas
PHDA
Validade ecológica
Data de Defesa: 2011
Citação: Jorge, Sara Fraga (2011) - Caracterização das funções executivas na perturbação de hiperactividade com défice de atenção, síndrome de Asperger e dislexia, através da aplicação do Behavior Rating Inventory of Executive Function (BRIEF). Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana.
Resumo: Objectivo: O presente estudo teve como objectivo principal caracterizar as funções executivas na Perturbação de Hiperactividade com Défice de Atenção (PHDA), Síndrome de Asperger (SA) e Dislexia, por comparação com um Grupo de Controlo (GC) com desenvolvimento típico, através da aplicação das formas Pais e Professores do BRIEF - Behavior Rating Inventory of Executive Function. O segundo objectivo deste estudo foi perceber se este instrumento tem alguma pertinência na avaliação das funções executivas. Metodologia: Foram comparados quatro grupos de crianças (PHDA, SA, Dislexia e Controlo), com idades entre os 6 e os 11 anos, em 8 áreas específicas do funcionamento executivo: Inibição, Mudança, Controlo Emocional, Iniciativa, Memória de Trabalho, Planeamento/Organização, Organização de Materiais e Monitorização. Resultados: Observaram-se diferenças significativas entre os grupos nas escalas Inibição, Mudança (forma Professores), controlo Emocional (forma Professores) e Memória de Trabalho (forma Pais), obtendo ordenação média elevada ao nível do grupo PHDA. O grupo SA apresentou ordenação média elevada, apesar de não significativa, nas escalas Organização de Materiais (forma Pais) e Monitorização (forma Professores). O grupo Dislexia apresentou maior classificação, apesar de não significativa, na escala Iniciativa e na forma Professores das escalas Memória de Trabalho e Planeamento/Organização. Conclusão: O grupo PHDA apresentou a ordenação média mais elevada em todas as escalas, com excepção de uma, bem como classificação superior, apesar de não significativa, no CEG, indicando um maior nível disfuncional. Este facto apoia positivamente a pertinência do BRIEF na avaliação das funções executivas em diferentes perturbações.
Descrição: Mestrado em Reabilitação Psicomotora
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/8088
Aparece nas colecções:BFMH - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Definitiva.pdf1,09 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.