Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/8073
Título: Maturidade da presença do sector bancário na web 2.0 : o caso Millenium BCP
Autor: Feijó, Mariana Lopes Camisão de Magalhães
Orientador: Pedron, Cristiane
Palavras-chave: Web 2.0
Redes Sociais
Sector Bancário
Social Networks
Banking Sector
Data de Defesa: 2014
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Feijó, Mariana Lopes Camisão de Magalhães (2014). "Maturidade da presença do sector bancário na web 2.0 : o caso Millenium BCP". Dissertação de Mestrado, Universidade de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: O constante avanço da tecnologia e o desenvolvimento das ferramentas Web 2.0 trouxeram grandes mudanças no campo da interação com o consumidor. As empresas percebem que têm de estar presentes na Internet, quer isso seja do seu agrado, ou não, dado que muitas marcas são tema de conversa nas redes sociais. O sector bancário também se preocupa em acompanhar o desenvolvimento tecnológico para garantir a preferência dos seus consumidores. Já existe literatura acerca das mudanças relacionadas com o desenvolvimento da Web 2.0 mas acerca do sector bancário, principalmente no contexto português, a literatura é escassa. O objetivo do presente trabalho é avaliar a presença na Web 2.0 de um banco português através da utilização da proposta feita por Nueesch, Puschmann e Alt (2012). Sendo a questão de investigação "Qual o nível de maturidade do banco Millenium BCP na utilização de tecnologias da Web 2.0"?. Para isso foi realizado uma netnografia por meio da recolha e análise de dados secundários. O estudo realizado demonstrou que, embora a instituição bancária analisada não tenha ainda atingido o ponto máximo de maturidade, demonstra preocupação e valorização da presença da banca nas tecnologias Web 2.0. É visível que a empresa assume que este é um meio importante de chegar aos seus clientes, conhecê-los melhor e que essa aproximação é bem percecionada pelos mesmos, o que trará benefícios para a empresa.
The constant advancement of technology and the development of Web 2.0 tools have brought major changes in the field of consumer interaction. Companies now realize they must be online, whether that is to their liking or not, as many brands have now become conversation topics on social networks. The banking sector is no exception, having to concern itself with keeping up with the technology's advances, in order to ensure the preference of its consumers. Though literature already exists concerning the emergence of Web 2.0 as a communication tool for corporations, it is still rather scarce when referring to the banking sector reality, particularly in the Portuguese market context. The purpose of this study is to evaluate the utilization of Web 2.0 applications by a Portuguese Bank, following the proposal made by Nueesch, Puschmann and Alt (2012). A netnography through secondary data collection and analysis was accomplished, aimed at answering the research question "What is the level of maturity of the Millennium BCP bank in the use of Web 2.0 technologies"?. The performed study demonstrated that, while the analysed banking institution had not yet reached its maximum online maturity level, it showed concerns to this regard and valued its presence on the Web 2.0 technologies. It is visible that the specific company considers this to be an important way to reach its clients, knowing them better and that the clients themselves have a positive perception of this presence, which will eventually benefit the company.
Descrição: Mestrado em Marketing
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/8073
Aparece nas colecções:DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM-MLCMF-2014.pdf2,68 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.