Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/8011
Título: Rumo à agenda das nações unidas para o desenvolvimento pós-2015 (as negociações para a definição do desenvolvimento para depois de 2015)
Autor: Champalimaud, Maria Rocha de Sommer
Orientador: Ferro, Mónica Sofia do Amaral Pinto
Palavras-chave: Cooperação
Desenvolvimento
Objectivos de desenvolvimento do milénio
Data de Defesa: 2014
Editora: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Resumo: A Cooperação para o Desenvolvimento está prestes a iniciar uma nova e determinante fase. Depois da assinatura da Declaração do Milénio e do estabelecimento dos ODM, é agora urgente definir um novo quadro de actuação adaptado às rápidas e profundas transformações do mundo contemporâneo, as quais mudaram por completo os paradigmas e as necessidades dos indivíduos. O caminho traçado pela Cooperação para o Desenvolvimento tem sido dinâmico e evolutivo e também pioneiro e ambicioso, muito graças aos ODM. Através destes foi consubstanciado um consenso comum generalizado que fez depender o Desenvolvimento de esforços conjuntos para a prossecução de princípios que, num determinado espaço temporal, tentaram dar resposta às mais prementes necessidades dos indivíduos à escala global. Muitos foram os sucessos conseguidos e simultaneamente os aspectos retidos para um novo quadro de actuação, em especial na nova fase do Desenvolvimento que agora se inicia. O virar da página da Cooperação para o Desenvolvimento será efectivado na abertura da 68ª Assembleia Geral das Nações Unidas, em Setembro de 2013, onde os progressos dos ODM serão avaliados e a Agenda das Nações Unidas para o Desenvolvimento pós-2015 delineada. Esta conta com um grande número de intervenientes que, com as suas diferentes contribuições, se tornaram peças-chave para a definição desse novo cenário, sem serem perdidos os valores, ideais e a verdadeira essência do compromisso firmado com o Desenvolvimento Humano. O "pós-2015" tem ganho projecção a nível internacional e é hoje um dos principais bastiões do Desenvolvimento, pois representa uma continuidade do trabalho que até agora foi feito em prol de um mundo mais justo, inclusivo e equitativo.
Cooperation for Development is about to start a new and determining chapter. After the adoption of the Millennium Declaration and the establishment of the MDGs, it is now urgent to define a new framework, adequate and adapted to the contemporary world and to its rapid and profound changes, which have transformed the standards and needs of individuals. The pathway built by Cooperation for Development until today has been dynamic and forwarding and also pioneering and ambitious, owing it mainly yo the MDGs. Through these, it was possible to set a common and general consensus that made Development depend on collective efforts for the pursuit of common goals which, in a specific time frame, tried to provide an answer to the most urgent necessities of individuals at a global scale. Many were the successes achieved and simultaneously the lessons learned for a new framework, especially for the new stage of Development that is now beginning. The changing point of Cooperation for Development will be at the opening of the 68th General Assembly of the United Nations, in September 2013, where the progress of the MDGs will be evaluated and the United Nations Development Agenda post-2015 outlined. The Agenda is dependent of the numerous different contributions of several interveners, who have become key elements to the definition of a new framework without the loss of the values, ideals and true essence of the commitment towards Human Development at a global scale. The "post-2015" has gained projection worldwide and also rapidly become one of the bastions of Development, because it represents a continuity of the work that has been done targeting a more just, inclusive and equitable world.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Relações Internacionais, especialização em Relações Diplomáticas e Cooperação
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/8011
Aparece nas colecções:BISCSP – Teses de mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese - v2_Final.pdf1,17 MBAdobe PDFVer/Abrir
Resumo_Tese Maria Champalimaud.pdf120,5 kBAdobe PDFVer/Abrir
Abstract_Tese Maria Champalimaud.pdf123,73 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.