Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/7942
Título: As práticas da Assembleia da República perante o exercício do direito de petição : um estudo comparado com Parlamentos europeus
Autor: Fernandes, Maria Teresa Monteiro
Orientador: Meirinho, Manuel
Palavras-chave: Direito de petição
Envolvimento dos cidadãos
Parlamento
Práticas da Assembleia da República
Administração participada
Democracia representativa
Data de Defesa: 7-Mai-2014
Editora: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Resumo: A alegada crise da democracia representativa, associada a fortes restrições orçamentais, tem gerado internacionalmente movimentos de alteração do funcionamento do Estado e de reforma das Administrações Públicas e dos Parlamentos , desenvolvendo - se uma admin istração aberta e participada e reforçando - se o envolvimento dos cidadãos nas políticas. A partir do enquadramento teórico desta evolução, abordaram - se depois as formas de envolvimento dos cidadãos no Parlamento , analisando a disponibilização de informação , a consulta e a participaç ão. Centrando - se no objeto do estudo, partiu - se da caraterização do direito de petição e foram analisadas as práticas da AR perante o seu exercício , focando - se nas suas dimensões da organização in terna, processual e da resposta. Foi, depois, analisada a avaliação dos peticionários em relação às virtualidades e limitações que encontraram nas petições e sua tramitação . F ez - se , ainda, o estudo comparativo com outros Parlamentos europeus . Os resultados evidenciam insuficiências mai s significativas a nível da resposta (tempo e mecanismos da mesma). Assim, equacion am - se propostas de alteração das práticas em relação às petições, na linha da maior eficácia e aumento da participação dos cidadãos
The alleged crisis of r epresentative democracy, associated with the strong budgetary constraint s, has generated international change movements of the functioning of the State and the reform of Public Administrations and P arliaments, developing an open and participatory administration and strengthening the involvement of citizens in the policies. From the theoretical framework of this evolution, some forms of in volvement of citizens in the P arliament were taken in consideration , analyzing the provision of information, consultation and participation. Focusing on the object of study, the characterization of the right of petition was made and the Parliament's practices in relation to that right w ere analyzed , focusing on its internal organization, procedural and response dimensions. Then, the evaluation of the petitioners regarding the virtues and limitations found in the petitions an d proceedings was analyzed. There was also made a comparative study with other European parliaments. The results show most significant shortfalls in terms of response (time and its mechanisms). Thus, equate proposals amending the practice s in relation to p etitions, in line with greater efficiency and increased citizen participation.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Gestão e Políticas Públicas
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/7942
Aparece nas colecções:BISCSP – Teses de mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.