Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/7926
Título: O público, o privado e a economia política angolana: um estudo sobre a inserção das construtoras brasileiras em Angola
Autor: Gaio, Gabrieli Fernandes Fickelsherer
Orientador: Nóbrega, Álvaro Correia de
Palavras-chave: Angola
Reconstrução nacional
Governação
Economia política internacional
Políticas do ventre
Corporações transnacionais
Data de Defesa: 2014
Resumo: RESUMO Esta dissertação busca compreender de que modo ocorre a relação entre o governo angolano e as construtoras brasileiras actuantes em Angola, sobretudo após o fim da guerra civil angolana. O trabalho baseia-se na experiência da Odebrecht, construtora brasileira com presença mais antiga e consolidada no país. A pesquisa pretende apreender que tipo de dinâmica interactiva entre público e privado ocorre em Angola e a maneira pela qual tal dinâmica molda a inserção de atores externos no país, como no caso das construtoras brasileiras. Para tal, é proposta uma articulação entre abordagens seleccionadas da Economia Política Internacional (EPI) a conceitos oriundos da literatura dos Estudos Africanos, nomeadamente as noções de políticas do ventre (Bayart 1989) e neopatrimonialismo (Médard 1979; 1983; 1991; 2007; Ergmann & Engel 2006). A partir dessa articulação teórico-conceptual, a dissertação aponta distanciamentos entre o modelo observante e o modelo observado (Moreira 1996) no que se refere à governação da economia política em Angola. Tais distanciamentos determinam a permeabilidade entre as esferas pública e privada, contexto no qual se inserem as relações entre estado e empresa que ocorrem no país.ABSTRACT This dissertation aims to understand the interaction established between the Angolan government and Brazilian construction companies present in Angola, with emphasis on the years following the ending of the country’s civil war. The present work is mainly based on the experience of Odebrecht, the Brazilian construction company which presents the most consolidated and ancient presence in Angola. This research intends to apprehend what kind of interactive dynamics between the public and private spheres takes place in the African country and also in which way such dynamics shape the insertion of external actors in Angola, as in the case for Brazilian construction companies. In order to accomplish the mentioned tasks, this research proposes an articulation among selected approaches from International Political Economy (IPE) and concepts from the African Studies literature – more specifically conceptions such as politics of the belly (Bayart 1989) and neopatrimonialism (Médard 1979; 1983; 1991; 2007; Ergmann & Engel 2006). Based on such theoretical and conceptual framework, the present dissertation points out for a gap between the observant model and the observed model (Moreira 1996) concerning Angola’s political economy governance. This gap determines a tenuous character of the public-private boundary that shapes state-enterprises relations that occur in the country.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Estudos Africanos
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/7926
Aparece nas colecções:BISCSP – Teses de mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.