Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/7873
Título: Antecedentes da instalação e utilização de apps móveis
Autor: Duarte, Paulo Gerson de Melo Almeida
Orientador: Veríssimo, José
Palavras-chave: Apps
smartphones
mobile marketing
digital marketing
mobile commerce
Data de Defesa: 2014
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Duarte, Paulo Gerson de Melo Almeida (2014). "Antecedentes da instalação e utilização de apps móveis". Dissertação de Mestrado, Universidade de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: Os smartphones, juntamente com as Apps móveis, revolucionaram o mercado móvel. A mobilidade está cada vez mais presente no dia-a-dia e a tendência é que a sua preponderância continue a aumentar. Assim, num mundo cada vez mais conectado, as Apps assumem-se como o grande motor da transformação do mercado móvel, oferecendo inúmeras possibilidades, nomeadamente na forma como as pessoas comunicam com as marcas. Como área relativamente recente, não existe consenso sobre os fatores que influenciam a intenção de usar uma App e a sua consequente utilização. É neste sentido que surge este estudo, que tem como objetivo identificar os fatores que influenciam a intenção de usar Apps e a sua utilização. Tendo como base o Modelo de Aceitação de Tecnologia, foi construído um modelo de pesquisa incorporando constructos da Teoria da Difusão e outros que foram tidos como relevantes em estudos recentes - Confiança na Marca, Risco Percebido, Ligação Pessoal, Custo. Concluiu-se que a Intenção de usar Apps é influenciada positivamente pela Utilidade Pessoal (fator construído a partir da junção da Compatibilidade com Utilidade Percebida), Facilidade de Utilização Percebida e Género. Por outro lado, fatores com o Risco Percebido, Confiança na Marca, Ligação Pessoal, Custo, Idade, Habilitações Literárias, Situação Professional e Rendimento Mensal Líquido foram tidos como não significativos na Intenção de Usar Apps.
The Smartphones, along with mobile Apps revolutionized the mobile market. The mobility is getting more present on a daily basis and the tendency is that its preponderance keeps growing. Thus, in a world that is getting linked day by day, the Apps assume themselves as the great engine of the transformation of the mobile market, offering countless possibilities, namely as people communicate with the brands. As a relatively new area, there is no consensus about the factors that influence the intention of using an App and its resulting usage. This study aims to identify the factors that influence the intention to use Apps and its usage. Using the Technology Acceptance Model as a base, it was built a research model that incorporate constructs from Innovation Diffusion Theory and other that were taken as relevant in recent studies - Brand Trust, Perceived Risk, Personal Attachment and Cost. It was concluded that the intention of using Apps is positively influenced by the Personal Usefulness (factor built after the junction of Compatibility with Perceived Usefulness), Perceived Ease of Use and Gender. On the other hand, factors such as Perceived Risk, Brand Trust, Personal Attachment, Age, Qualifications, Job Situation and Net Mensal Income were taken as not being significant at the Behavioural Intention to Use Apps.
Descrição: Mestrado em Marketing
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/7873
Aparece nas colecções:DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM-PGMAD-2014.pdf3,49 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.