Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/7862
Título: Alterações comportamentais sugestivas de síndrome da disfunção cognitiva em cães geriátricos
Autor: Travancinha, Joana Dias Nobre Paiva
Orientador: Vasconcelos, Maria Alice de Carvalho
Pomba, Maria Constança Matias Ferreira
Palavras-chave: Síndrome de Disfunção Cognitiva Canina
Idade
Porte
Sexo
Dieta
Atividades estimulantes
Canine Cognitive Dysfunction Syndrome
Age
Size
Sex
Diet
Cognitive stimulation
Data de Defesa: 23-Jan-2015
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Travancinha, J.D.N.P. (2015). Alterações comportamentais sugestivas de síndrome da disfunção cognitiva em cães geriátricos. Dissertação de Mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: A Síndrome da Disfunção Cognitiva Canina (DCC) é uma alteração neurodegenerativa que afeta cães geriátricos. É caracterizada por um declínio progressivo na função cognitiva do animal, que resulta em défices de aprendizagem, memória e de percepção espacial e alterações nos padrões de sono e interação social. Este estudo teve como objetivo estimar a prevalência de DCC em cães de idade igual ou superior a 7 anos e avaliar: i) a frequência de demonstração de sinais de DCC; ii) a sua relação com a idade, sexo e porte do animal, ingestão de dieta específica para cães geriátricos e a execução de atividades estimulantes; iii) a percepção da DCC pelos donos. Foram efetuados 100 inquéritos presenciais a proprietários de cães de idade igual ou superior a 7 anos (n=57 fêmeas, n= 43 machos) através da aplicação de um questionário dividido em: Parte I (identificação); Parte II (alterações comportamentais, adaptado de Rofina et al., 2006); Parte III (informações adicionais); Parte IV (dieta); Parte V (percepção do dono) e Parte VI (frequência de atividades estimulantes). Os dados da parte II do questionário foram utilizados num sistema de classificação consoante o grau de disfunção cognitiva, descrito por Fast et al. (2013). Os cães cujo score obtido foi de 10 foram incluídos no grupo sem DCC, os com score entre 11 e 15 no grupo de DCC borderline e os com score superior a 15 no grupo de DCC. Aos animais do grupo DCC foi realizada uma avaliação clínica e neurológica de modo a avaliar a existência de co-morbilidades confundíveis com o quadro de disfunção cognitiva. Foram excluídos 5 animais ou por impossibilidade de realização da avaliação clínica ou por co-morbilidade associada. Dos 95 cães da amostra final, 20% foram incluídos no grupo DCC, 69% no de DCC borderline e 11% no grupo sem DCC. As alterações mais frequentemente observadas na população em estudo, incidiram sobre a interação/atividade (24%) e o ciclo de sono/vigília (22%). Através de uma análise de regressão linear, demonstrou-se uma relação significativa entre a idade e o score (P <0,01), corroborando a ideia de que a DCC é um processo influenciado pelo avançar da idade. Já o porte, o sexo e a ingestão de dieta sénior não demonstraram relação com o score. Verificou-se que, a maioria dos proprietários de cães com DCC não valorizava as alterações comportamentais, associando-as a um fenómeno natural de envelhecimento (68%). O resultado de uma análise de regressão linear simples sugere que o estímulo cognitivo, através de jogos e brincadeiras frequentes com o animal, pode ter influência no atraso do processo de DCC (P <0,1).
ABSTRACT - Behavioral changes suggestive of cognitive dysfunction syndrome in geriatric dogs - Canine Cognitive Dysfunction Syndrome (CCD) is a neurodegenerative process that affects geriatric dogs. It is characterized by a progressive decline in cognitive function, resulting in deficits in learning, memory and spatial perception as well as in changes in sleep patterns and social interaction. This study aimed mainly at determining the prevalence of CCD in 7 year old or older dogs and evaluate: i) the frequency in which CCD signs was displayed; ii) the possible relationship between the manifestation of CCD and the age, sex and size, specific diet for geriatric dogs and the execution of stimulating activities; iii) the owners perception of CCD. 100 surveys were made to owners of 7 year old or older dogs (n=57 female, n= 43 male) through the application of a questionnaire divided as follows: Part I (identification); Part II (behavioral changes, adapted from Rofina et al, 2006); Part III (additional information); Part IV (diet); Part V (perception of the owner) and Part VI (frequency of stimulating activities). The data of Part II of the questionnaire were used in a classification system according to the degree of cognitive dysfunction, described by Fast et al. (2013). The animals whose score was 10 were included in the group Without CCD, those with the score between 11 and 15 were included in the group of borderline CCD and those with score above 15, in the group of CCD. A clinical and neurological evaluation was performed to the animals of CCD group to evaluate the existence of co-morbidities confusable with the clinical picture of cognitive dysfunction. 5 animals were excluded due to the impossibility of carrying out the clinical evaluation or due to the presence of co-morbidities. Of the 95 selected geriatric dogs, 20% were included in the CCD group, 69% in the CCD borderline, with slight behavioral changes, and 11% in the Without DCC group. The most frequently observed changes in the study population were focused on the interaction/activity (24%) and the day/night rhythm (22%). Using a linear regression analysis, a relationship between age and the score obtained has been clearly demonstrated (P<0,01), supporting the idea that the CCD is a process influenced by advancing age. However, the size, sex and intake of senior diet didn’t show relationship with the score. It was found that most owners did not value the behavioral changes, linking them to the natural phenomenon of ageing (68%). The result of a simple linear regression analysis suggest that cognitive stimulation through games and frequent playing with the dog may have influence on the delay or prevention of the CCD process (P <0,1).
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/7862
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Alterações comportamentais sugestivas de síndrome da disfunção cognitiva em cães geriátricos.pdf1,54 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.