Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/7853
Título: O acordo de Basileia II e o sistema bancário angolano : a perspetiva dos gestores bancários sobre a gestâo do risco operacional
Autor: Mabiala, Afonso Maria Tula
Orientador: Cardão-Pito, Tiago
Palavras-chave: Risco Operacional
Gestao
Basileia II
Sistema Financeiro Angolano
Operational Risk
Management
Basel II
Angolan Financial System
Data de Defesa: 2014
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Mabiala, Afonso Maria Tula (2014). "O acordo de Basileia II e o sistema bancário angolano : a perspetiva dos gestores bancários sobre a gestâo do risco operacional". Dissertação de Mestrado, Universidade de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: O risco operacional está associado a perdas decorrentes de processos internos inadequados, pessoas e sistema, ou eventos externos. É perceptível que a complexidade das normas para gestão dos bancos em particular exige mudanças internas, especialmente em termos de qualificação dos recursos disponíveis. O novo Acordo de Basileia II contempla aspectos relativo à gestão do risco operacional. A pesquisa foi realizada em Angola, em particular Cabinda, numa amostra de quatro bancos. Esta pesquisa tem como objetivo analisar e verificar a aplicabilidade do Acordo de Basileia II ao sistema bancário angolano, tendo em conta a perspetiva da gestão do risco operacional e sua relevância para a avaliação dos processos institucionais. Para alcançar este objetivo, elaborou-se um questionário que foi submetido aos funcionários dos bancos em estudo, para recolher informações precisas que permitiu responder a seguinte questão: Como tornar relevante o processo de controlo da atividade bancária angolana em relação à gestão do risco operacional? Os resultados alcançados demonstram que os bancos pesquisados não têm o conhecimento do Acordo de Basileia II, e muito menos competência para a gestão do risco operacional, elevando a vulnerabilidade do sistema bancário. No entanto, manifestam interesse, no que tange a aplicação do Acordo de Basileia II, em conformidade a instrução do Comité de Basileia.
Operational risk is associated with losses resulting from inadequate internal processes, people and systems, or external events. It is noticeable that the complexity of the rules for management of banks in particular requires internal changes, especially in terms of qualification of available resources. The new Basel II covers aspects relating to operational risk management. The survey was conducted in Angola, Cabinda in particular, with a sample of four banks. This research aims to analyze and verify the applicability of the Agreement Basel II on the Angolan banking system, taking into account the perspective of operational risk management and its relevance to the assessment of institutional processes. To accomplish this, we prepared a questionnaire that was submitted to officials of the banks in the study to collect accurate information that allowed us to answer the following question: How to make the relevant process control Angolan banking in relation to operational risk management? The results show that the banks surveyed have no knowledge of Basel II, and much less skill for the management of operational risk, increasing the vulnerability of the banking system. However, express interest, regarding the application of Basel II as the instruction of the Basel Committee.
Descrição: Mestrado em Matemática Financeira
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/7853
Aparece nas colecções:DM - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM-AMTM-2014.pdf442,59 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.