Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/7825
Título: Modelo de Inovação do Grupo Brisa : estudo de caso
Autor: Pinto, Jorge Manuel Tavares
Orientador: Laranja, Manuel
Palavras-chave: Inovação aberta
Brisa Inovação e Tecnologia
Codesenvolvimento de projetos
Parceiros
Open Innovation
Codevelopment projects
Partners
Data de Defesa: 2014
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Pinto, Jorge Manuel Tavares (2014). "Modelo de Inovação do Grupo Brisa : estudo de caso". Dissertação de Mestrado, Universidade de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: Num mundo onde a mobilidade dos trabalhadores é cada vez maior, o conhecimento está amplamente distribuído, o ciclo de vida dos produtos é mais curto e onde existe disponibilidade de capital de risco, torna-se cada vez mais difícil para as organizações inovarem sozinhas, numa lógica de ?closed innovation?. O desenvolvimento de relações colaborativas com clientes, fornecedores, ou outros stakeholders, pode ser decisivo para gerar inovações que tenham aceitabilidade no mercado. Desta forma, as organizações estão abrir cada vez mais os seus processos de inovação. Têm surgido na literatura vários autores a estudar esta nova tendência de inovar que se denomina de inovação aberta ou "open innovation" e que consiste na abertura ao exterior das atividades internas de inovação de uma empresa, seja pela absorção de fluxos externos de conhecimento, codesenvolvimento de projetos com parceiros ou aquisição de propriedade industrial? Contudo, praticar inovação aberta num país como Portugal é um desafio que poucas organizações ainda abraçaram, a Brisa Inovação e Tecnologia é uma das exceções. Esta dissertação pretende analisar atividades de open innovation praticadas pela empresa e para isso foi criado um case study.
In a world where labor mobility is increasing, knowledge is widely distributed, the life cycle of products is becoming shorter and where there is plenty of venture capital, it becomes increasingly difficult for organizations to innovate alone , a logic of ?closed innovation?. Developing collaborative relationships with customers, suppliers, or other stakeholders, can be decisive to generate innovations that have acceptability in the market. Thus, organizations are increasingly opening their innovation processes. Have appeared in the literature several authors to study this new trend to innovate what is called "open innovation" and that is the opening to the outside of internal innovative activities of a company, either by absorption of external knowledge flows, codevelopment projects with partners or acquisition of industrial property... However, practicing open innovation in a country like Portugal is a challenge that few organizations still embraced, Brisa Innovation and Technology is one of the exceptions. This dissertation intends to analyze open innovation activities practiced by the company and for this a case study was created.
Descrição: Mestrado em Gestão e Estratégia Industrial
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/7825
Aparece nas colecções:DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM-JMTP-2014.pdf967,59 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.