Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/7727
Título: Dificuldades encontradas por veterinários oficiais FEI na avaliação do trote durante provas de resistência equestre : inquérito internacional
Autor: Santos, Carina Isabel da Silva
Orientador: Mira, Mónica Alexandra Freire Cardoso de
Dias, Graça Maria Leitão Ferreira
Palavras-chave: Cavalos
Resistência equestre
Veterinários Oficiais de resistência equestre
FEI
Avaliação da claudicação
Horses
Endurance
Official Endurance Veterinarian
Lameness assessment
Data de Defesa: 14-Nov-2014
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Santos, C.I.S. (2014). Dificuldades encontradas por veterinários oficiais FEI na avaliação do trote durante provas de resistência equestre : inquérito internacional. Dissertação de Mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: A resistência equestre é a segunda disciplina da Federação Equestre Internacional (FEI) mais praticada. A taxa de eliminação pode atingir 60%, sendo a claudicação a principal causa de eliminação e de insatisfação para com os veterinários. Este inquérito teve como objetivo determinar os fatores que dificultam a avaliação da claudicação, em provas de resistência equestre, por veterinários oficiais da FEI (VOE), bem como avaliar a sua recetividade a um método objetivo como ferramenta adjuvante. Responderam ao inquérito 76 VOE, dos quais 53 consideraram ser difícil definir claudicação significativa no contexto de provas de resistência equestre. Dos fatores identificados como obstáculos à avaliação do trote destacam-se a condução inadequada do cavalo (95%), o mau comportamento do cavalo (86%) e a pista de trote inadequada (83%). Verificou-se que 95% dos inquiridos foram confrontados devido a decisão de eliminar um cavalo por claudicação. Dos mesmos inquiridos, 75% mostraram-se recetivos à utilização de metodologias objetivas na avaliação da claudicação. Os resultados deste inquérito demonstram que a avaliação do trote, no contexto das provas de resistência equestre, é uma tarefa difícil e independente da experiência do VOE, ingrata pelos conflitos frequentes com cavaleiros e que um método objetivo na avaliação do trote poderia eventualmente minimizar estes problemas.
ABSTRACT - Challenges found by Official Endurance Veterinarians in trot evaluation in endurance events: An international survey - Endurance riding is the second most popular Fédération Equestre Internationale (FEI) discipline. The elimination rates from endurance rides can reach 60%, being lameness the main cause of elimination and disagreement. This survey aims to identify factors that can be obstacles to lameness evaluation during endurance rides by official endurance veterinarians FEI (OEV), as well as to assess their receptiveness to an objective method of evaluation as an auxiliary tool. Seventy-six OEV answered this survey, where 53 considered being difficult to define lameness during endurance rides. From the factors identified as barriers to lameness assessment stands out: trotting horse improperly (95%), horse bad behavior (86%) and unappropriated alley (83 %). It was found that 95% of OEV had been confronted due to decision of eliminate a horse by lameness, and 75% were receptive to the use of objective methods in the evaluation of lameness. The survey results showed that lameness evaluation in the context of endurance rides is a difficult task, independent from individual experience, ungrateful due to frequent conflicts and an objective method for trot evaluation could possibly minimize these problems.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/7727
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.