Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/7597
Título: O acesso à água e ao saneamento nos países em desenvolvimento : a União Europeia, as ONGDS e o caso de Bafatá na Guiné-Bissau
Autor: Gentili, Davide
Orientador: Mah, Luís
Palavras-chave: Acesso à Água
Saneamento
Comissão Europeia
ONGD
Guiné Bissau
Gestão dos recursos hídricos
Gestão dos Serviços hídricos
Serviços Básicos
Estados Frágeis
Compromisso Político
Water Access
Sanitation
European Commission
NGO
Guinea-Bissau
Water Resources Management
Water Services Management
Basic Services
Fragile States
Political Commitment
Data de Defesa: 2014
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Gentili, Davide (2014). "O acesso à água e ao saneamento nos países em desenvolvimento : a União Europeia, as ONGDS e o caso de Bafatá na Guiné-Bissau". Dissertação de Mestrado, Universidade de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: Com esta dissertação procura-se compreender de que forma as boas práticas para o acesso à água e ao saneamento, acordadas pelos doadores internacionais, influenciam o trabalho das Organizações Não-Governamentais para o Desenvolvimento (ONGDs) que atuam neste sector. A dissertação analisa como a União Europeia (UE), o mais importante doador internacional no sector da água e do saneamento, tem influenciado o trabalho da ONGD portuguesa "TESE" Associação Para o Desenvolvimento neste sector. Entre 2010 e 2012, a TESE implementou um projeto para a expansão do acesso à água em Bafatá, na Guiné-Bissau, com o apoio financeiro da UE. Este estudo de caso permitiu observar de que forma a TESE interpretou as orientações da UE no sector da água e do saneamento: se procurou seguir cegamente as linhas orientadoras europeias de forma a captar os fundos, ou respeitar antes a sua própria visão para o sector independentemente da disponibilidade dos financiamentos. A dissertação analisa ainda os objetivos e boas práticas que movem a cooperação neste sector bem como as dificuldades encontradas na execução dos projetos.
With this dissertation we seek to understand in which ways the best practices on water access and sanitation, agreed by international donors, influence the work of non-governmental development organisations (NGDOs) operating in this sector. We analyse how the European Union, the most important international donor for the water and sanitation sector, influenced the activities of the NGDO "TESE" Associação para o Desenvolvimento in this sector. Between 2010 and 2012, TESE implemented a EU-funded project aimed at extending access to water for the inhabitants of Bafatá, in Guinea-Bissau. Based on this case study, we observed how TESE interpreted the European Union's guidelines for the water and sanitation sector to understand whether there was a blind adaptation to the guidelines to access the finance or instead TESE sought to respect its own vision for the sector independently of finance availability. Additionally, the dissertation also analysed the goals and best practices that drive international cooperation in the sector and the challenges during the implementation of the projects.
Descrição: Mestrado em Desenvolvimento e Cooperação Internacional
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/7597
Aparece nas colecções:DE - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM-DG-2014.pdf1,12 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.