Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/7590
Título: Doença renal poliquística em gatos Persa
Autor: Faria, Alexandra Simões
Orientador: Alves, Ana Clotilde de Oliveira Teixeira
Delgado, Esmeralda Sofia da Costa
Palavras-chave: Doença renal poliquística
PKD
Gatos Persa
Quisto
Rim
Renomegália
Polycystic kidney disease
Persian cats
Cyst
Kidney
Renomegaly
Data de Defesa: 17-Nov-2014
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Faria, A.S. (2014). Doença renal poliquística em gatos Persa. Dissertação de Mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: A doença renal poliquística (Polycystic Kidney Disease - PKD) é uma doença de caráter hereditário autossómico e dominante que se caracteriza pelo desenvolvimento de quistos nos rins. Estima-se que a prevalência de PKD nos gatos Persa varie entre os 31 e os 50% a nível mundial. Em Portugal, até à data, não existem estudos sobre a prevalência desta doença na nossa população de gatos. Os objetivos deste estudo consistiram na caraterização duma amostra de felídeos Persa com PKD (n=7) quanto aos parâmetros sexo, idade, história clínica, sinais/sintomas, análises sanguíneas e urinárias e exames imagiológicos. Os animais apresentavam uma idade média de 11,1 anos aquando do diagnóstico. Não foi observada predileção de sexo. Os sinais clínicos mais frequentemente observados foram a perda de peso e a anorexia (57,1%), seguida do vómito, redução da atividade e prostração (28,6%). Um animal desenvolveu PKD após um período de stress. Em 71,4% dos felídeos (5/7) foi diagnosticada azotémia. A redução da densidade urinária e a proteinúria foram alterações consistentes nas amostras de urina analisadas. Cerca de 42,9% dos felídeos (3/7) desenvolveram infeção bacteriana do trato urinário. A ecografia constituiu o exame complementar chave para o diagnóstico de PKD. Ecograficamente todos os animais apresentavam ambos os rins afetados, com múltiplos quistos, de tamanho variável. Apenas um animal desenvolveu infeção quística. Dois animais apresentavam quistos hepáticos. Um animal desenvolveu pseudoquistos perinéfricos bilaterais cerca de um ano após o diagnóstico de PKD. Em 42,9% dos animais (3/7) foi solicitada a eutanásia por agravamento do quadro clinico. Não existe tratamento específico para PKD. A terapêutica utilizada tem como objetivo o controlo da progressão da lesão renal e dos sinais clínicos associados. Deste modo, é importante implementar medidas de controlo da doença, nomeadamente através de planos de rastreio com o objetivo de retirar os felídeos portadores do gene mutado da reprodução.
ABSTRACT - Polycystic Kidney Disease in Persian Cats - The Polycystic Kidney Disease (PKD) is an inherited autosomal dominant disease which is characterized by the development of cysts inside the kidneys. The prevalence of the PKD in the Persian cats ranges between 31 and 50% worldwide. So far in Portugal there is no available data about the prevalence of this disease in our feline population. The purpose of this study was to characterize a sample of Persian cats with PKD (n=7) regarding the parameters sex, age, clinical history, signs/symptoms, blood and urine analyses and imaging tests. The affected animals had a mean age of 11,1 years at the diagnosis. There was no sex predilection. The most frequent clinical signs were weight loss and anorexia (57,1%), followed by vomiting, prostration and reduced activity (28,6%). One animal developed PKD after a period of stress. Azotemia was diagnosed in 71,4% of the felines (5/7). Decreased urine specific gravity and proteinuria were consistent findings in the urine samples analyzed. Approximately 42,9% of the felines (3/7) developed bacterial urinary tract infection. The ultrasonography was the key exam to diagnosis of PKD where all animals showed both kidneys affected with different size multiple cysts. Only one animal developed cyst infection. Two animals also had liver cysts. One animal developed bilateral perinephric pseudocysts five months after the PKD diagnosis. Euthanasia was requested in 42,9% of animals (3/7) due to aggravation of the clinical condition. There is no specific treatment for PKD, the goal is to control the progression of renal disease and associated clinical signs. Thus, it is important to implement measures to control the disease, such as screening plans aiming to remove from reproduction cats carrying the genetic mutation.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/7590
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Doença Renal Poliquística em Gatos Persa.pdf1,43 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.