Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/7580
Título: Rastreio de formas parasitárias em fezes de cães recolhidas em espaços públicos na cidade de Beja
Autor: Nunes, Maria Rita Felício
Orientador: Cláudio, André Mestre Reis
Sampaio, Isabel Maria Soares Pereira da Fonseca de
Palavras-chave: Parasitas gastrointestinais
Zoonoses
Saúde pública
Helmintes
Protozoários
Coprologia
Gastrointestinal parasites
Zoonosis
Public health
Helminths
Protozoan
Coprology
Portugal
Beja
Data de Defesa: 6-Nov-2014
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Nunes, M.R.F. (2014). Rastreio de formas parasitárias em fezes de cães recolhidas em espaços públicos na cidade de Beja. Dissertação de Mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: A contaminação ambiental por formas parasitárias em espaços públicos de centros urbanos ocorre devido à defecação dos animais (principalmente cães) sem posterior remoção das fezes pelos proprietários, e implica sérios riscos para a saúde animal e pública, no caso de se tratarem de agentes zoonóticos. Neste sentido, foi realizado um estudo com o objetivo de caracterizar o parasitismo com esta origem na cidade de Beja, Portugal. Foram recolhidas 118 amostras de fezes de cães em 13 locais de recolha (parques e jardins) distribuídos geograficamente pela cidade. Todas as amostras foram sujeitas aos mesmos métodos coprológicos: técnica de flutuação (Willis), técnica de Baermann, esfregaços fecais corados com Giemsa e com recurso à técnica de Ziehl-Neelsen modificada. Dez amostras cujo resultado foi duvidoso para presença de Giardia e/ou Cryptosporidium spp. foram posteriormente testadas com kits de imunofluorescência direta. Este estudo demonstrou uma prevalência de 8,5% (10/118) de quistos de Giardia e 0,8% (1/118) de ovos de Uncinaria stenocephala nas amostras analisadas. A amostra positiva a U. stenocephala tinha também presença de quistos de Giardia. Não foram detetadas quaisquer outras formas parasitárias. A prevalência de helmintes neste trabalho foi inferior às registadas noutros estudos nacionais semelhantes. Por outro lado, denota-se uma prevalência relativamente mais elevada de Giardia. Sublinha-se a necessidade de educação da população no sentido da higienização destes espaços, através da remoção das fezes dos seus animais.
ABSTRACT - Parasite screening of canine faecal samples collected in Beja’s public places - Environmental contamination with parasitic agents in public places of urban centres due to animals’ faeces (mostly dogs) is undesirable. It represents a serious risk for animal and public health provided that zoonotic agents are implied. With that in mind, a study was performed aiming at the characterisation of the parasitism with that source in the city of Beja, Portugal. A total of 118 dog faecal samples were collected from 13 different spots, mainly public gardens and parks, geographically scattered over the city. All the samples were analysed by the same methods: flotation technique (Willis), Baermann technique, faecal smear stained with Giemsa and faecal smear stained according to the Ziehl-Neelsen modified technique. Ten dubious samples concerning Giardia and/or Cryptosporidium spp. were also tested with immunofluorescence kits. The present study has revealed 8,5% (10/118) prevalence of Giardia cysts and 0,8% (1/118) prevalence of Uncinaria stenocephala eggs in the analysed samples. The only sample with U. stenocephala eggs, also presented Giardia cysts. No other parasite stages were detected. Helminths prevalence obtained in this study is lower than those reported in similar national studies. On the other hand, there is a relatively higher prevalence of Giardia in this study. One may also highlight the need for education of the population on the hygiene and maintenance of these public areas through removal and disposal of faecal matter.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/7580
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Rastreio de formas parasitárias em fezes de cães recolhidas em espaços públicos na região de Beja.pdf1,51 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.