Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/7550
Título: Out of the penumbra : dispute and alliance in domestic service employment relationship
Autor: Abrantes, Manuel
Orientador: Casaca, Sara Falcão
Palavras-chave: domestic work
domestic service
gender
class
migration
employment relationship
trabalho doméstico
serviço doméstico
género
classe
migração
relação de emprego
Data de Defesa: 2014
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Abrantes, Manuel (2014). "Out of the penumbra : dispute and alliance in domestic service employment relationship". Tese de Doutoramento, Universidade de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: The contemporary features of paid domestic work have been recently documented in a variety of geographic locations, with a notable emphasis on the recruitment of immigrant women to perform cleaning and care tasks in affluent households. This dissertation begins with a review of the existing scholarship on the subject, followed by a discussion of Portugal – and, in particular, the urban area of Lisbon – as a critical case for the empirical examination of domestic service employment relationships today. A complex analytical framework is proposed based on three concomitant processes of structuration in this sector: negotiation, reorganization, and intermediation. Analysis draws on legal documents, official statistics, and a total sum of 77 semi-structured interviews with domestic employees, private employers, company managers, and members of labour, employer, and activist organizations. Fieldwork took place in Lisbon in the 2011-2013 period. The discussion of first-hand evidence covers working contents and conditions, the changing quality of employee- employer arrangements vis-à-vis social hierarchies of class, gender and ethnicity, and the role of a number of formal institutions engaged in the mediation and transformation of domestic service employment relationships. While working conditions are found to be substantially heterogeneous and segmented, the overwhelming recruitment of women in this sector remains key to conceal lingering gender asymmetries within households and society at large. The expected transition of domestic service from a paternalistic model to a commodified model – or from a class status to an employment status – is described as gradual and contested at best. Men are still largely absent from the picture; immigrant women still take up many of the least desired positions, particularly as ‘live-in’ direct care providers; symbolic hierarchy and emotional hostage linger on. Nevertheless, the efforts of domestic employees to transform the rules of the game – both individually and through collective organization – have multiplied and gained strength.
Os traços contemporâneos do trabalho doméstico remunerado têm sido examinados em diversas localizações geográficas, com uma ênfase assinalável no recrutamento de mulheres imigrantes para desempenhar tarefas de limpeza e cuidados pessoais em lares abastados. A presente dissertação começa por expor uma revisão da literatura sobre o tema, seguindo-se uma discussão de Portugal – e, em particular, da área urbana de Lisboa – como um caso crítico para a investigação empírica das relações de trabalho no serviço doméstico de hoje. Para esse fim, propomos um quadro analítico complexo com base em três processos concomitantes de estruturação do setor: negociação, reorganização e intermediação. Os dados analisados incluem documentação institucional, estatísticas oficiais e um total de 77 entrevistas semi-estruturadas que realizámos com empregadas e empregadoras do serviço doméstico, gerentes de empresas e membros destacados de organizações sindicais, patronais e ativistas. O trabalho de campo decorreu em Lisboa no período de 2011-2013. A discussão dos dados contempla os conteúdos e as condições de trabalho, a mudança qualitativa dos relacionamentos estabelecidos entre empregada e empregadora face às hierarquias sociais de classe, género e etnicidade, e o papel de algumas instituições formais empenhadas na mediação e transformação das relações de emprego no setor do serviço doméstico. Se constatamos que as condições de trabalho neste setor são substancialmente heterogéneas e segmentadas, o recrutamento esmagador de mulheres permanece uma peça chave para encobrir a perseverança das assimetrias de género na esfera privada e à escala mais ampla da sociedade. A esperada transição do serviço doméstico de um modelo paternalista para um modelo mercadorizado – ou de um estatuto de classe para um estatuto de emprego – é descrita, à luz dos nossos dados, como gradual e em disputa. Os homens permanecem em larga medida ausentes do panorama; as mulheres imigrantes assumem amiúde as posições menos desejadas, em particular enquanto prestadoras de cuidados diretos em regime de internato; persistem as hierarquias simbólicas e os abusos emocionais. Porém, os esforços das empregadas domésticas para transformar as regras do jogo – quer individualmente, quer através da organização coletiva – têm vindo a multiplicar-se e a ganhar força.
Descrição: Doutoramento em Sociologia Económica e das Organizações
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/7550
Aparece nas colecções:DCS - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis
BISEG - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TD-MA-2014.pdf3,78 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.