Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/7537
Título: Práticas de manufatura ágil e performance operacional
Autor: Braz, Vanessa de Almeida
Orientador: Silva, Graça Miranda
Palavras-chave: Manufatura Ágil
agilidade
ambiente turbulento
performance operacional
Agile Manufacture
agility
turbulent environment
operational performance
Data de Defesa: 2014
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Braz, Vanessa de Almeida (2014). "Práticas de manufatura ágil e performance operacional". Dissertação de Mestrado, Universidade de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: Durante décadas assumiram-se a múltiplas filosofias de gestão direcionadas para a produção magra e em massa de forma a responder a ineficiências de processo e ao consumismo desenfreado, otimizando custos operacionais. No entanto, novas filosofias de customização e produções flexíveis têm vindo a ganhar terreno em algumas indústrias, como é o caso da manufatura ágil. A partir de uma revisão de literatura que aborda desde a história desta filosofia aos seus contornos e (escassos) casos práticos identificados, segue-se uma abordagem metodológica exploratória, com entrevistas semiestruturadas a três casos de estudo. O objetivo é estudar quais são as práticas da manufatura ágil que estão a ser aplicadas nas empresas estudadas e que efeito se perceciona que as mesmas tenham na performance operacional. Os resultados do estudo apontam para a aplicação de algumas das práticas da manufatura ágil mesmo que os gestores não tenham perceção que as mesmas estão associadas a esta filosofia. Concluiu-se também, através da constatação dos inquiridos que na sua opinião as práticas ágeis contribuem de forma positiva para a performance operacional das empresas. Por serem ainda poucos os casos exploratórios na literatura da manufatura ágil e nenhum deles efetuado em Portugal (até à data deste TFM), assume-se o carácter original deste estudo.
For decades multiple management philosophies directed towards lean production and mass were assumed as to respond to process inefficiencies and rampant consumerism, optimizing operation costs. However, new customization and flexible productions philosophies have been gaining ground in some industries, such as the agile manufacturing. From a literature review that addresses everything from the history of this philosophy to their contours and (scarce) identified practical cases, followed by an exploratory methodology approach, with three semi-structured case study interviews. The goal is to study which of agile manufacturing practices are being applied in the studied companies and what is the perceived effect that these have on operational performance. The study results indicate that some of the agile manufacturing practices are applied even if managers do not have the same perception that the practices are associated with this philosophy. It was also concluded, by the finding through respondents opinions, that agile practices contribute positively to the studied companies operating performance. Because the exploratory cases are few in the literature of agile manufacturing and none of them made in Portugal (until the date of this masters final thesi), it is assumed the original character of this study.
Descrição: Mestrado em Gestão e Estratégia Industrial
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/7537
Aparece nas colecções:DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM-VAB-2014.pdf1,34 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.