Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/729
Título: A unificação monetária de Portugal (Continente e Ilhas)
Autor: Sousa, Rita Martins de
Data: 2004
Editora: ISCTE - Centro de Estudos de História Contemporânia Portuguesa
Citação: Sousa, Rita Martins de. 2004. "A unificação monetária de Portugal (Continente e Ilhas)". Ler História, 47:195-210
Resumo: O artigo analisa a unificação monetária de Portugal (Continente e Ilhas) concretizada entre 1879 (Madeira) e 1931 (Açores). Num primeiro momento, analisa-se o quadro monetário das ilhas, onde dominava na circulação a moeda estrangeira e a moeda insulana ou moeda fraca, enquanto moeda com ágio em relação à moeda continental. A fraca integração do espaço económico insular com o espaço económico continental justificará estas características. As propostas de integração monetária apresentadas no século XIX serão analisadas num segundo momento. Portugal confrontou-se com conflitos de interesses na unificação do sistema monetário com o espaço insular. Um longo século mediou entre a alteração do estatuto administrativo e a integração monetária portuguesa. Mas, Madeira e Açores também tiveram percursos diferentes. Se no primeiro dos espaços insulares a oposição às propostas de integração não se fizeram sentir, nos Açores os ecos da oposição no parlamento adiaram a integração para 1931. Compreender os interesses que protelaram a união monetária será um dos objectivos deste artigo, o que corresponde a explicar porque data de 1931 a integração monetária de Portugal.
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/729
ISSN: 0870-6182
Aparece nas colecções:DCS - Artigos em Revistas Nacionais / Articles in Portuguese Journals

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Unificação monetária.pdf301,56 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.