Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/7236
Título: Utilização de extracto de Staphylococcus pseudintermedius em testes alergológicos cutâneos no cão : um estudo preliminar
Autor: Mascarenhas, Diana Marisa Cardoso
Orientador: Lourenço, Ana Mafalda Gonçalves Xavier Félix
Pomba, Maria Constança Matias Ferreira
Palavras-chave: S. pseudintermedius
Extrato de alergénios
Infeção cutânea recorrente
Dermatite atópica canina
Allergens extracts
Recurrent pyoderma
Canine atopic dermatitis
Data de Defesa: 30-Abr-2014
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Mascarenhas, D.M.C. (2014). Utilização de extracto de Staphylococcus pseudintermedius em testes alergológicos cutâneos no cão : um estudo preliminar. Dissertação de Mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: Nos cães com dermatite atópica, as infeções cutâneas recorrentes causadas pelo Staphylococcus pseudintermedius são extremamente comuns. Estudos prévios demonstraram que cães atópicos com piodermite recorrente têm títulos mais elevados de imunoglobulina E anti-Staphylococcus no soro. Os principais objetivos deste estudo foram definir qual a concentração ideal de extrato de alergénios de S. pseudintermedius a utilizar nos testes intradérmicos de cães atópicos e posteriormente determinar a frequência de hipersensibilidade cutânea ao S. pseudintermedius em cães atópicos com história de infeção cutânea recorrente. Para isso, realizaram-se testes intradérmicos, onde se testaram diferentes concentrações de extrato de um S. pseudintermedius resistente à meticilina (MRSP), estirpe 5819/10. Esta estirpe foi isolada de um cão com piodermite profunda e apresentava os seguintes genes de virulência: luk-I, se-int, siet, speta, ebpS e spsL. As concentrações utilizadas foram 2 μg/ml, 20 μg/ml e 200 μg/ml, assim como um controlo positivo (fosfato de histamina 0.001%) e um controlo negativo (PBS 0.9%). Foram incluídos neste estudo, vinte e três cães saudáveis e vinte e quatro cães atópicos com infeção cutânea recorrente por S. pseudintermedius, diagnosticados por citologia cutânea e/ou cultura bacteriana. Dos 23 cães saudáveis presentes neste estudo, 14 (61%) apresentaram reação positiva na concentração de 200 μg/ml. Assim sendo, é bastante provável que a concentração de 200 μg/ml seja irritante e por isso resulte em reações falso-positivas. A concentração de 20 μg/ml foi a concentração mais indicada para ser usada no diagnóstico de hipersensibilidade ao S. pseudintermedius em cães atópicos. Posteriormente, foram realizados testes intradérmicos em 24 canídeos atópicos com piodermite e/ou otite bacteriana recorrente com a concentração de 20 μg/ml; quatro destes animais apresentaram reações positivas nesta concentração, o que parecer indicar a existência de reações de hipersensibilidade imediata a componentes do S. pseudintermedius. No entanto, limitações que envolviam o extrato impediram a obtenção de resultados reprodutíveis e uniformes. Acreditamos que a imunoterapia específica para esta bactéria pode ser benéfica para o tratamento destes pacientes, o que torna fundamental o diagnóstico de hipersensibilidade ao S. pseudintermedius. Nesse sentido, deverão ser realizados mais estudos, de modo a obter um extrato fidedigno que permite alcançar consistência e reprodutibilidade em ambiente clínico e assim melhorar a qualidade dos resultados obtidos nos testes intradérmicos.
ABSTRACT - THE USE OF STAPHYLOCOCCUS PSEUDINTERMEDIUS EXTRACT IN SKIN ALLERGY TESTS ON THE DOG – A PRELIMINARY STUDY - In dogs with atopic dermatitis, recurrent skin infections caused by Staphylococcus pseudintermedius are extremely common. Previous studies demonstrated that atopic dogs with recurrent pyoderma have higher titters of anti-Staphylococcus immunoglobulin E. The main objectives of this study were to define which is the optimal concentration of allergen extract of S. pseudintermedius for intradermal tests use in atopic dogs and subsequently determine the frequence of skin hypersensitivity to S. pseudintermedius in atopic dogs with a history of recurrent skin infection. For this purpose, intradermal tests were carried out with different concentrations of the extract from a methicillin-resistant S. pseudintermedius (MRSP), strain 5819/10. This strain was isolated from a dog with deep pyoderma and presented the following virulence genes: luk-I, se-int, siet, speta, ebpS and spsL. The concentrations used were 2 μg/ml, 20 μg/ml and 200 μg/ml, a positive control (0.001 % histamine phosphate) and a negative control (PBS 0.9 %). Twenty-three healthy dogs and twenty-four atopic dogs with recurrent pyoderma by S. pseudintermedius, diagnosed by skin cytology and/or bacterial culture were included in this study. Of the 23 healthy dogs, 14 (61 %) showed a positive reaction in the concentration of 200 μg/ml. Therefore, it is quite likely that the concentration of 200 μg/ml is irritant and so resulted in false-positive reactions. A concentration of 20 μg/ml appeared to be more suitable for use in the diagnosis of S. pseudintermedius hypersensitivity in atopic dogs. Subsequently, intradermal tests in 24 atopic dogs with recurrent pyoderma with the concentration of 20 μg/ml were performed. Four of these animals showed a positive reaction in this concentration, which seems to indicate the existence of an immediate hypersensitivity reaction to components of S. pseudintermedius. However, limitations involving the extract prevented obtaining reproducible and uniform results. We believe that specific immunotherapy for these bacteria can be beneficial for the treatment of atopic patients, which makes the diagnosis of S. pseudintermedius hypersensitivity fundamental. However, more studies should be conducted in order to obtain a reliable extract that can achieve consistency and reproducibility in a clinical environment and thus improve the quality of results obtained in intradermal tests.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/7236
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.