Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/7168
Título: Construir no construído. Apropriações do Convento e da Cerca dos Capuchos. Relações entre exterior e interior, público e privado no objecto arquitectónico.
Autor: Leitão, Pedro Diogo Correia Lacerda da Silva
Orientador: Afonso, Luís Filipe Ferreira
Palavras-chave: Arquitetura
Limite
Transição
In-between
Architecture
Boundary
Transition
Data de Defesa: Mar-2014
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Arquitetura
Citação: LEITÃO, Pedro Diogo Correia Lacerda da Silva - Construir no construído. Apropriações do Convento e da Cerca dos Capuchos. Relações entre exterior e interior, público e privado no objecto arquitectónico. - Lisboa : Faculdade de Arquitetura, 2014. Tese de Mestrado.
Resumo: Este trabalho tem como objectivo estudar as relações e os limites que o objecto arquitectónico estabelece entre lugares exteriores e interiores, públicos e privados. Procura-se para isso compreender de que modo o edifício gera espaço público pela sua presença e com que dispositivos convida a comunidade a entrar no seu interior. Define-se o conceito de limite e como este dispositivo inerente ao edificado gera relações entre espaços de carácter diferente, e também como este limite se expande para dar lugar a um espaço intermédio. Para sustentar esta investigação teórica, procede-se ao estudo de um conjunto de casos de estudo paradigmáticos nas diferentes formas como separam, unem ou colocam em confronto as dicotomias exterior/interior e público/privado. Demonstra-se a importância de realizar transições entre lugares dicotómicos através de variados mecanismos, de modo a que a relação do edifício com o utilizador seja tornada complexa e significativa pela sua estabilização no tempo e no espaço. Estas conclusões são expressas num trabalho prático projectual, onde se expressam várias ideias exploradas no corpo de texto.
ABSTRACT: This paper aims to study the connections and boundaries that the building establishes between exterior and interior places, as well as between public and private domains. One of its goals is to understand in which ways the building generates public space by its presence, and through which architectural devices it invites its users to its interior. The concept of boundary is defined, and it is established how this device confronts different places, and also how the boundary expands its dimensions to become an intermediary place. To support these arguments, some architectural case studies are picked and laid out by their different ways of separating, uniting or relating the exterior/interior and public/private contrasting places. The importance of providing transitions between contrasting places through various mechanisms is proven. As such, it is concluded as of utmost importance to consider the relationship between the building and the user as complex and meaningful, which is obtained by the building's ability to stabilize through time and in its space. These conclusions are expressed in an architectural project, where various concepts explored throughout the paper are expressed.
Descrição: Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Arquitetura, apresentada na Universidade de Lisboa - Faculdade de Arquitetura.
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/7168
Aparece nas colecções:BFA - Teses de Mestrado / Master Thesis
DPAUD - Tese de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Documento Final - Pedro Leitão - 2014-03-12 (pdf).pdf56,59 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.