Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/7113
Título: A mobilidade das suturas e ossos cranianos
Autor: Costa, Bernardo Antunes Prata Dias da Costa
Orientador: Casanova, Catarina
Palavras-chave: Mobilidade craniana
Suturas
Desobliteração sutural
Ossos cranianos
Data de Defesa: 2014
Editora: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Resumo: As soturas e ossos crânianos de acordo com algumas obras de referência na area da anatomia são consideradas estruturas imóveis. Há também teorias baseadas na constante do volume sanguinio do encéfalo que deduzem que os ossos cranianos são imóveis em termos articulares. Alguns estudos na area da Antropologia Fisica também consideram a correlação entre fusão craniana e envelhecimento humanos depreendendo que o crânio tenderia para a imobilidade total. O que pretendemos com esta dissertação foi correlacionar estudos em três areas distintas, a saber: Antropologia Física, Histologia, Medicina. As pesquisas empiricas na area da Antropologia Física indicam que a desobstrução de algumas soturas cranianas ocorre até à nona década de vida, permitindo mobilidade craniana. Os estudos médicos indicam a possibilidade de alterações morfológicas cranianas em resultado da aplicação de forças. Os estudos de histologia definem microscopicamente os factores genéticos que facultam a mobilidade das soturas. Estas três àreas do conhecimento suportam as hipoteses de pesquisa: O cranio humano adulto é móvel numa escala de microns até milímetros e que as soturas ficam parcialmente desobliteradas em humanos adultos.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Antropologia
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/7113
Aparece nas colecções:BISCSP – Teses de mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.