Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/6895
Título: Tosse cardiogénica e tosse não-cardiogénica : estudo das alterações de parâmetros ecocardiográficos de 58 canídeos com tosse
Autor: Consciência, Diogo Miguel Camarinha
Orientador: Luís, José Paulo Pacheco Sales
Palavras-chave: Tosse
Causas cardíacas
Ecocardiografia
Coeficiente AE/Ao
EPSS
Cough
Cardiac causes
Diagnoses
Echocardiography
LA to Aortic root ratio
Data de Defesa: 5-Jun-2014
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Consciência, D.M.C. (2014). Tosse cardiogénica e tosse não-cardiogénica : estudo das alterações de parâmetros ecocardiográficos de 58 canídeos com tosse. Dissertação de Mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa
Resumo: A tosse consiste no som associado a um importante reflexo fisiológico e defensivo das vias respiratórias cuja função é impedir a entrada, remover e expelir substâncias que são nocivas. O reflexo da tosse torna-se um desafio veterinário quando a via reflexa sofre modelações que podem conduzir a uma resposta exagerada e a uma tosse inapropriada, o que comprometerá a vida e o bem-estar do animal. O reflexo tussígeno pode ser estimulado por agentes mecânicos ou químicos que promovam a irritação da laringe, faringe, traqueia, brônquios e vias respiratórias inferiores. A tosse, em pequenos animais, pode ser causada por afeções que se dividem nas seguintes categorias: alérgicas/inflamatórias, traumática/físicas, neoplásicas, cardiovasculares e infeciosas. Geralmente, os canídeos surgem à consulta com queixas de tosse com mais de 8 semanas, ou seja, crónica. A abordagem de um doente com tosse necessita de conjugar uma boa anamnese e caracterização da tosse, um completo exame físico, informação radiográfica e informação ecocardiográfica de forma a distinguir as causas cardíacas das não cardíacas. O exame ecocardiográfico complementa a radiografia mas não a substitui. A imagem radiográfica, além do estudo do campo pulmonar, fornece informação relativamente às dimensões e contorno cardíaco, enquanto a ecocardiografia permite verificar a função do coração bem como a espessura e a forma das suas câmaras cardíacas, válvulas e tecidos moles, permitindo diferencia-las do seu conteúdo sanguíneo. Neste trabalho será revisto o mecanismo da tosse, a sua fisiopatologia, o diagnóstico radiográfico e o diagnóstico ecocardiográfico. Seguidamente é apresentado um estudo das alterações ecocardiográficas verificadas em 58 cães que apresentavam tosse,. Verificou-se que os parâmetros mais sensíveis para distinguir os casos de tosse cardiogénica dos casos de tosse não-cardiogénica foram o coeficiente AE/Ao, que está aumentado nos casos de IVM e CMD, e o EPSS que se encontra aumentado nos casos de CMD. O FES não foi considerado por ter baixa sensibilidade e significância. Com base nestes parâmetros traçou-se uma árvore de decisão que diferencia a tosse cardíaca causada por IVM e CMD das tosses não-cardiogénicas. Com este estudo concluiu-se que a tosse cardiogénica está relacionada com um aumento cardíaco e que a abordagem necessita de estabelecer uma relação entre os dados obtidos pelas medições ecocardiográficas, doppler, radiografia e todo o historial do animal.
ABSTRACT - patient with cough requires a good anamnesis and characterization of cough, a complete physical examination, radiological and echocardiographic information in order to distinguish cardiac and non-cardiac causes. Doppler echocardiographic examination complements the x-ray but does not replace it. Beyond the study of the lung field, radiological image provides information regarding dimensions and shapes, while cardiac echo allows checking the heart’s function as well as the thickness and shape of its chambers and soft tissues, allowing the differentiation from their blood content. This manuscript will review the mechanism of cough, its pathophysiology, radiological diagnosis and echocardiographic diagnosis. Afterwards, a study is presented comprising the echocardiographic changed findings verified in 58 dogs with cough. It was found that the most sensitive parameters to distinguish cardiogenic from non-cardiogenic cough cases were the Left Atrium to Aorta coefficient, which is increased in cases of mitral valve failure and dilated cardiomyopathy, and the E-Point to Septal Separation which is increased in cases of dilated cardiomyopathy. The Systolic Shortening Fraction was not considered due to low sensitivity and significance. Based on these parameters, a decision tree was drawn, allowing to differentiate cardiac cough caused by mitral valve failure and dilated cardiomyopathy from non-cardiogenic cough. This study concluded that cardiac cough is associated with heart enlargement and that the approach needs to establish a relationship between the data obtained by measurement, doppler echocardiographic findings, radiograph and the entire animal’s history.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/6895
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tosse cardiogénica e tosse não-cardiogénica.pdf1,93 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.