Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/6844
Título: The emergence of team synchronization during the soccer match : understanding the influence of the level of opposition, game phase and field zone
Autor: Pinto, Carlos Eduardo do Carmo Costa
Orientador: Duarte, Ricardo Filipe Lima
Folgado, Hugo Miguel Cardinho Alexandre
Palavras-chave: Association football
Cluster phase method
Collective systems
Field zone
Game-phase
Level of opposition
Situational variables
Pre-season
Team behavioral dynamics
Comportamentos dinâmicos da equipa
Futebol
Método cluster phase
Nível de oposição
Pré-época
Sincronização colectiva
Sistemas colectivos
Variáveis contextuais
Data de Defesa: 2014
Citação: Pinto, Carlos (2014) - The emergence of team synchronization during the soccer match : understanding the influence of the level of opposition, game phase and field zone. Dissertação de Mestrado. Universidade de Lisboa. Faculdade de Motricidade humana.
Resumo: The aim of this study was to examine whether the level of opposition, game phase and field zone influence whole team synchronization. Positional data from six friendly soccer matches against opponents of different level were collected using GPS units. Game phase and dominant field zone were further noted using observational video analysis. The whole team synchronization was assessed in each game using the cluster phase method. Results revealed that the opponent team level had a major impact on the degree of teams synchronization, while the influence of game phase and dominant field zone is very limited. The analyses of movement synchronization both in longitudinal and lateral displacement axes consistently revealed that competing against amateur opponents tend to decrease the degree of team synchrony. Differences between game-phase occurred only in games against 1st league teams. In overall, higher values of team synchronization were found in matches against opponents of similar higher level and in the defensive phases. These findings suggested that the selection of the opponent teams during pre-season friendly matches is a critical factor, even more since demarcated differences in team synchronization between game phases appeared only when competing against opponents of similar higher level.
Com este estudo pretendeu avaliar-se se o nível de oposição, a fase de jogo e o sector do campo influenciam os níveis de sincronização da equipa. Os dados posicionais de seis jogos amigáveis contra adversários de diferentes níveis foram capturados com a utilização de unidades de GPS. A fase de jogo e a zona dominante do campo foram registadas posteriormente através da análise observacional de vídeo. O grau de sincronização da equipa enquanto um todo foi calculado para cada jogo com recurso ao método cluster phase. Os resultados revelaram que o nível de oposição exerce uma influência clara no grau de sincronização das equipas enquanto que a influência do sector do campo e da fase de jogo é limitada. Diferenças entre a fase de jogo ocorreram apenas em jogos contra equipas da primeira liga. No geral, foram encontrados valores mais altos de sincronização colectiva em jogos frente a opositores de nível igualmente mais elevado e na fase de jogo defensiva. Estas descobertas sugeriram que a selecção das equipas adversárias para os jogos amigáveis durante a pré-época é um factor crítico, enaltecido pelo facto de os resultados terem demonstrado diferenças na sincronização colectiva entre fases de jogo somente frente a adversários de nível igualmente superior.
Descrição: Mestrado em Treino de Alto Rendimento
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/6844
Aparece nas colecções:BFMH - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese vFinal.pdf612,08 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.