Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/6792
Título: Aplicação da citometria de fluxo em medicina transfusional de canídeos
Autor: Costa, Margarida Ana Machado Marta da
Orientador: Félix, Nuno Manuel Mira Flor Santos
Vicente, Gonçalo Eduardo Vítor
Palavras-chave: Transfusão sanguínea
DEA 1
citometria de fluxo
tira imunocromatográfica
transfusion
flow cytometry
immunochromatographic strip
Data de Defesa: 30-Abr-2014
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Costa, M.A.M.M. (2014). Aplicação da citometria de fluxo em medicina transfusional de canídeos. Dissertação de Mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: A área de medicina transfusional tem sofrido um grande desenvolvimento nas últimas décadas. Atualmente, existe um melhor conhecimento, no que diz respeito às diferenças entre os grupos sanguíneos e aos perigos de reações transfuncionais. Em canídeos estas têm maior importância quando o paciente é submetido a uma segunda transfusão, porque nesta espécie, na sua maioria, a existência de aloanticorpos não ocorre naturalmente. O antigénio DEA 1 é o antigénio com maior antigenicidade e que possui um maior risco de causar reações transfusionais. Recentemente, verificou-se que os tipos sanguíneos DEA 1.2 e 1.3, não são considerados grupos sanguíneos, mas sim uma expressão diferente do mesmo antigénio eritrocitário, o DEA 1. O objetivo deste estudo foi analisar dois métodos de tipificação, nomeadamente a expressão antigénica pela tira da Alvedia® e com a determinação antigénica pela citometria de fluxo. Através da tira imunocromatográfica, utilizando anticorpos monoclonais, e da citometria de fluxo, foi classificada a expressão antigénica, dos dadores do banco de sangue do SIAMU e de alguns pacientes que receberam transfusões, em 4 categorias com níveis crescentes de intensidade: muito fraca, fraca, normal e forte. A citometria de fluxo recorreu a anticorpos monoclonais anti DEA 1 e a anticorpos anti-ratinho secundários aos quais é acoplado o Isotiocianato de fluoresceína (FITC). Foram comparados os resultados de ambas as técnicas e houve 100% (N=56) de concordância, relativamente à classificação do tipo sanguíneo através destes dois métodos nos dadores e 87% (N=15) nos recetores. Porém ao analisar-se as intensidades do antigénio DEA 1, nos dadores DEA 1 positivos através dos dois métodos determinaram-se diferenças em 7 animais (FR=23%). Tal diferença pode dever-se facto de a classificação obtida pela citometria de fluxo ser quantitativa, enquanto que a classificação através da tira é semi-quantitativa Os pacientes que receberam transfusão foram seguidos durante aproximadamente 6 meses, e reparou-se que, quando o paciente e o dador possuem diferentes expressões do antigénio DEA 1, o recetor irá demonstrar uma população dupla de expressão antigénica indicando que a expressão do antigénio do recetor e dador são conservadas e o paciente irá recuperar a sua expressão antigénica após o desaparecimento dos eritrócitos transfundidos. Também se chegou à conclusão que a transfusão entre canídeos com expressões antigénicas diferentes não induz o aparecimento de aloanticorpos contra DEA 1.
ABSTRACT - The area of transfusion medicine has undergone a tremendous development in recent decades. Currently, there is a better understanding, regarding the differences between blood groups and the risks of transfusion reactions. The latter is specially important when the pacient is submitted to a second transfusion, due to the fact that most dogs do not have naturally occurring antibodies. The DEA 1 is the antigen with higher antigenicity and has a higher risk of causing transfusion reactions.Recently, it was discovered that blood types DEA 1.2 and DEA 1.3 were not considered blood groups, but actually, a different expression of the same erythrocyte antigen, the DEA 1. The aim of this project was to study two blood typing methods, including antigen expression by Alvedia ® strip and antigenic determination by flow cytometry . Through the immunochromatographic strip, using monoclonal antibodies, and flow cytometry, was classified antigen expression SIAMU blood bank donor 's and some patients who received transfusions in 4 categories with increasing levels of intensity: very weak , weak , normal and strong . Flow cytometry used DEA 1 monoclonal antibody and anti-mouse secondary antibody which is coupled to fluorescein isothiocyanate (FITC ). The results of both techniques were compared and there was 100% ( N = 56) concordance relating to the classification of the type of blood through these two methods on the donors and 87% (N=15) on the patients. But by analyzing the intensities of the antigen DEA 1 in donors DEA 1 positive by the two methods there were differences in 7 animals ( RR = 23 % ) . This difference may be due to the fact that the classification obtained by flow cytometry is quantitative, while the classification using the strip is semi-quantitative. Patients receiving transfusions were followed for about 6 months, and it was noticed that when both patient and donor have different DEA 1 antigen expression, the receiver will demonstrate a dual population of antigen expression indicating that the expression of the receptor and donor antigen are maintained and the patient will regain their antigen expression after the disappearance of transfused erythrocytes. It was also concluded that transfusion between dogs with different antigenic expression does not induce the appearance of alloantibodies against DEA 1.
Descrição: Dissertação Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/6792
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Aplicação da citometria de fluxo em Medicina Transfusional de canideos.pdf2,4 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.