Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/6753
Título: Hiperaldosteronismo primário felino : estudo retrospetivo
Autor: Ambrósio, Andreia Filipa Brás
Orientador: Alves, Ana Clotilde de Oliveira Teixeira
Brito, Maria Teresa da Costa Mendes Vítor Villa de
Palavras-chave: Hiperaldosteronismo primário felino
Aldosterona
Hipertensão
hipocaliémia
Feline primary hyperaldosteronism
Aldosterone
Hypertension
Hypokalaemia
Data de Defesa: 30-Jan-2014
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: AMBRÓSIO, A. F. B. (2014). Hiperaldosteronismo primário felino : estudo retrospetivo. Dissertação de Mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: O hiperaldosteronismo primário é uma endocrinopatia que se caracteriza pelo excesso de produção de aldosterona. Esta hipersecreção deve-se à síntese autónoma de aldosterona, isto é, independente da estimulação pelo sistema renina-angiotensina, por células adrenais hiperplásicas ou neoplásicas. Apesar de ainda não existirem estudos sobre a prevalência exata da doença, sabe-se que é uma doença mais comum do que inicialmente se julgava e mais frequente em felinos do que em canídeos. Afeta sobretudo felinos de idade média a avançada, com idade média a rondar os 13 anos. O excesso de aldosterona sintetizada leva ao aparecimento de hipertensão sistémica e/ou hipocaliémia, que originam, respetivamente, fraqueza muscular e alterações oculares, sinais típicos desta doença. Nesta dissertação foram estudados quatro casos de felinos diagnosticados com hiperaldosteronismo primário. Os sinais clínicos mais frequentes foram a fraqueza muscular, as alterações oculares e a hipertensão. Todos os felinos apresentavam hipocaliémia e aldosterona elevada. Dois felinos foram tratados cirurgicamente e a análise histopatológica da massa extirpada confirmou a presença de um carcinoma adrenal num caso e de um adenoma adrenal noutro. Dois felinos receberam apenas tratamento médico, um deles com suspeita de hiperplasia adrenal bilateral, detetada por ecografia. Posteriormente, dois dos animais acompanhados desenvolveram insuficiência renal. Atualmente apenas um dos felinos estudados sobrevive.
ABSTRACT - Feline primary hyperaldosteronism: retrospective study - Primary hyperaldosteronism is an endocrinopathy characterized by excessive secretion of aldosterone. This hypersecretion occurs due to autonomous production of aldosterone, i.e, without stimulation of the renin–angiotensina system, by neoplastic or hyperplasic adrenal cells. Although no data are available confirming the true prevalence of this disease, it is assumed that the disease is more common than initially thought and is most prevalent in cats. Affecting, mostly, middle-aged to old cats, with an average age of 13 years. The excessive secretion of aldosterone may lead to systemic hypertension and/or hypokalaemia, originating, respectively, muscular weakness and ocular signs, common clinical symptoms of this disease In this dissertation, four cases of cats diagnosed with primary hyperaldosteronism were studied. The most prevalent clinical signs were muscular weakness, ocular signs and hypertension. All cats showed hypokalemia and high aldosterone levels. Two cats were treated surgically and the histopathology of tissues collected at surgery confirmed the presence of adrenal carcinoma in a case and adrenal adenoma in the other. Two cats received only medical treatment, one of which showed bilateral adrenal hyperplasia on ultrasonography. Later on, two of the cats developed renal failure. Currently, only one of the cats studied is alive.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/6753
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Hiperaldosteronismo primário felino - estudo retrospetivo.pdf956,84 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.