Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/6555
Título: Problema de determinação de circuitos de recolha de resíduos sólidos urbanos da Câmara Municipal de Oeiras
Autor: Fortunato, Ricardo Jorge Alves
Orientador: Mourão, Maria Cândida
Palavras-chave: Problema de roteamento de veículos
Câmara Municipal de Oeiras
Problema de determinação de circuitos de recolha de resíduos sólidos urbanos
vehicle routing problem
Câmara Municipal de Oeiras
determination of the circuit collection solid waste problem
Data de Defesa: 2014
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Fortunato, Ricardo Jorge Alves. 2014. "Problema de determinação de circuitos de recolha de resíduos sólidos urbanos da Câmara Municipal de Oeiras". Dissertação de Mestrado. Universidade de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: O estudo tem como objetivo, através da parceria com a Câmara Municipal de Oeiras (CMO), determinar circuitos de recolha de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) indiferenciados, melhorando, se possível, os tempos de recolha atuais. O Decreto-Lei n.º 178/2006 (do Diário da República, 1.ª série – n.º 171—5 de Setembro de 2006) define a recolha de RSU como uma operação de recolha de resíduos com vista ao seu transporte. Esta é executada em horários pré-estabelecidos, com periodicidade variável consoante a capacidade dos veículos e das suas características bem como das características dos resíduos e do meio envolvente (rural/ urbano). Empiricamente, o problema enquadra-se num problema de roteamento de veículos (―Vehicle Routing Problem‖ (VRP)) pelo facto de ser um problema de procura nos vértices, com restrição de capacidade. Os vértices representam os pontos de recolha que se encontram em cruzamentos ou pracetas. A dimensão do Concelho de Oeiras, levou a uma abordagem do tipo ―cluster-first, route-second‖, subdividindo o concelho em partes homogéneas para uma formalização mais compacta e de mais rápida resolução. Atendendo à informação disponibilizada e à análise dos resultados obtidos, após o tratamento realizado aos dados, foram obtidos resultados positivos. Estes parecem traduzir uma melhoria na ordem dos 10% na distância total percorrida numa semana e em 13% no tempo total despendido.
The study aims, through a partnership with Câmara Municipal de Oeiras (CMO) to determine collection circuits of undifferentiated solid waste, improving, if possible, the time of the current collection circuit. The Law DL n.º 178/2006 (of the Diário da República, 1.ª série – n.º 171— 5th of September 2006) defines the collection of undifferentiated solid waste as a gathering of waste in order to its transport. This is performed at pre-defined intervals with variable periodicity depending on the vehicles capacity and type, as well as the waste and environment types (rural / urban). Empirically, the problem relates to a Vehicle Routing Problem (VRP) because demands are located on the vertices, with a vehicle capacity constraint and where the vertices (alleys or intersections) represent collection points. Due to the size of the refuse instances in Câmara de Oeiras, a “cluster-first, route-second" approach was adopted, which starts by subdividing the county in homogeneous parts to obtain a more compact and faster model. Therefore, given the available information and a preliminary treatment of the data, it seems that if compared to actual circuits, positive results were found. In fact an improvement of around 10% in the total distance traveled and of 13% in the total time spent was achieved.
Descrição: Mestrado em Decisão Económica e Empresarial
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/6555
Aparece nas colecções:BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
DM - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM-RJAF-2014.pdf2,2 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.