Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/6444
Título: Fiabilidade na avaliação de risco : estudo comparativo de métodos semi-quantitativos de avaliação de risco em contexto ocupacional
Autor: Carvalho, Filipa Catarina Vasconcelos da Silva Pinto Marto
Orientador: Melo, Rui Miguel Bettencourt
Palavras-chave: Avaliação de risco
Avaliação interanalista
Avaliação intra-analista
Concordância
Consistência
Ergonomia
Estabilidade
Fiabilidade
Métodos semi-quantitativos
Reprodutibilidade
Data de Defesa: 2013
Citação: Carvalho, Filipa (2013) - Fiabilidade na avaliação de risco : estudo comparativo de métodos semi-quantitativos de avaliação de risco em contexto ocupacional. Tese de Doutoramento. Universidade de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana.
Resumo: Neste trabalho estudou-se a fiabilidade da avaliação de riscos ocupacionais centrada em 4 métodos de natureza semi-quantitativa (MASqt). Pretendemos investigar se o Nível de Risco é independente do MASqt utilizado e avaliar a fiabilidade interanalista (reprodutibilidade) e intra-analista (estabilidade) na aplicação do mesmo MASqt, ao nível das respetivas variáveis intermédias e Nível de risco. Compreendeu 4 etapas: Caracterização da situação de trabalho, Identificação dos perigos e associação dos potenciais riscos e respetivas consequências, Estimativa do risco e Valoração do risco. A recolha de dados foi feita através de observações livres e sistematizadas, recorrendo a registo em vídeo, pesquisa documental, grelhas de análise e questionários desenvolvidos para esse fim. Participaram 44 analistas com diferentes níveis de formação, experiência e especialização. Para testar as hipóteses de investigação recorreu-se ao teste não paramétrico de Friedman, ao Coeficiente Alpha de Krippendorff (αK) e à Percentagem de Concordância direta. Na generalidade dos casos, registaram-se diferenças estatisticamente significativas e níveis de Concordância Fraca (αK < 0,6) entre o Nível de Risco obtido pelos diferentes MASqt, pelos mesmo analista e por diferentes analistas. Estes resultados sugerem prioridades de intervenção diferentes consoante o MASqt utilizado, o analista e o momento da realização da avaliação.
Occupational risk assessment reliability was evaluated for 4 semi-quantitative risk assessment methods (SqtRAM). We aimed to test if the Risk Level obtained by the different SqtRAM was identical for each of the previously identified set of risks and to evaluate the intercoder (reproducibility) and intracoder (stability) consistency. The study comprised 4 stages: Characterization of work situations; Identification of hazards, associated risks and consequences, Risk estimation and Risk evaluation. Data collection relied on free and systematized observations and made use of video recording, documental research, analysis grids and questionnaires specifically developed for this purpose. Forty-four analysts, with different academic background, level of experience and level of expertise agreed to participate in this study. The nonparametric Friedman test, the Krippendorff’s Alpha Coefficient and Percentage Agreement measure were the methods used for testing the formulated hypothesis. The results show a significant statistical differences and a general poor concordance (αK<0.6) for Risk Level obtained by different SqtRAM and for both reliability evaluations (intercoder and intracoder consistency). These results suggest that priority actions should regard the SqtRAM used, the analyst and the moment of risk assessment completion.
Descrição: Doutoramento em Motricidade Humana na especialidade de Ergonomia
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/6444
Aparece nas colecções:BFMH - Teses de Doutoramento / Ph.D.Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese_DoutMotHum-Ergonomia_[09-12-2013]_FilipaCarvalho.pdf6,81 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.