Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/6359
Título: Apoptose e proliferação celular na hiperplasia quística do endométrio em cadelas
Autor: Murta, Ana Catarina Mateus
Orientador: Mateus, Luísa Maria Freire Leal
Correia, Jorge Manuel de Jesus
Palavras-chave: Hiperplasia quística
Endométrio
Cadela
Apoptose
Proliferação celular
Cystic hyperplasia
Endometrium
Bitch
Apoptosis
Cellular proliferation
Data de Defesa: 28-Nov-2013
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Murta, A.C.M. (2013). Apoptose e proliferação celular na hiperplasia quística do endométrio em cadelas. Dissertação de Mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa
Resumo: A hiperplasia quística do endométrio (HQE) é a afecção mais frequente do útero, estando associada a infertilidade em cadelas de idade mais avançada. Apesar do mecanismo que leva a esta alteração ainda não ser claro, pensa-se que a estimulação estrogénica seguida por um longo período de dominância progestagénica possa estar envolvida. O objectivo deste estudo foi avaliar os índices de apoptose e proliferação celular em úteros com HQE, e compará-los com os mesmos índices obtidos em úteros sem HQE, na mesma fase do ciclo. Adicionalmente, avaliou-se o efeito da presença de quistos ováricos nos índices de proliferação e apoptose do endométrio. No estudo realizado verificamos que a apoptose foi superior nas glândulas basais na fase de Estro e fim de Diestro na HQE e inferior no epitélio luminal em fim de Diestro com associação de quisto folicular na HQE em relação ao útero sem HQE. A proliferação celular foi superior nas glândulas basais e estroma e inferior no epitélio luminal no fim de Diestro nos úteros com HQE em relação aos sem HQE. Observaram-se igualmente aumentos na proliferação entre úteros sem HQE de cadelas com quistos ováricos, nas células das criptas e no estroma no início e meio de Diestro, respectivamente e diminuição da proliferação nas glândulas basais no início de diestro. Verificou-se adicionalmente o aparecimento de “ilhas glandulares”, com diminuição do índice de apoptose, que hipoteticamente poderão participar na génese da HQE. O presente estudo mostrou que alterações nos padrões normais de proliferação e de apoptose celular no endométrio da cadela poderão estar envolvidos na patogenia da hiperplasia quística do endométrio.
ABSTRACT - APOPTOSIS AND CELLULAR PROLIFERATION IN THE CYSTIC ENDOMETRIAL HYPERPLASIA OF THE BITCH - Cystic endometrial hyperplasia (CEH) is the most frequent disease of the uterus, usually associated with infertility in older bitches. Although the mechanism that leads to this disease is not entirely clear, it is thought that an estrogenic stimulation followed by a long period of progestagenic dominance may be involved. The aim of this study was to evaluate the indexes of apoptosis and cellular proliferation in uterus with CEH and compare them with the respective indexes in uterus without CEH, in the same stage of the estrous cycle. Additionally, it was evaluated the effect of the ovarian cysts in the indexes of endometrial apoptosis and cellular proliferation. The study revealed that the apoptosis indexes increased in the basal glands in oestrus and late diestrus and decreased in the luminal epithelium in late diestrus in HQE compared with uterus without HQE. The cellular proliferation increased in the basal glands and stromal cells and decreased in the luminal epithelium in late diestrus in uterus with HQE. An increase in proliferation was also observed between uterus with ovarian cysts, in the crypts for early diestrus and stromal cells in mid diestrus. The proliferation decreased significantly in the basal glands in early diestrus. Additionally, we confirmed the presence of “glandular islands”, groups of basal glands proliferating when they should be in involution, with evidently decreased apoptosis indexes. This event may hypothetically participate in the genesis of HQE. The present study reveals that the alteration in the apoptosis and cellular proliferation standard patterns in the bitch endometrium may be involved in the pathogenesis of the cystic endometrial hyperplasia.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/6359
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Apoptose e proliferação celular na hiperplasia quística do endométrio em cadelas.pdf1,89 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.