Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/6350
Título: O aumento da quota salarial em Portugal : que efeitos?
Autor: Oliveira, Ana Isabel Moura Frias de
Orientador: Leão, Pedro
Palavras-chave: quota salarial
distribuição do rendimento
procura agregada
crescimento económico
wage share
income distribution
aggregate demand
economic growth
Data de Defesa: 2013
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Oliveira, Ana Isabel Moura Frias de. 2013. "O aumento da quota salarial em Portugal : que efeitos?". Dissertação de Mestrado. Universidade de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: Desde o final dos anos 80, a quota salarial tem vindo a diminuir na maioria dos países desenvolvidos. Ao contrário das expectativas neoclássicas e os seus fundamentos teóricos, esta tendência não se tem traduzido em forte crescimento económico nem no aumento do emprego. Estando sob um programa de consolidação orçamental, Portugal enfrenta, há mais de dois anos, uma profunda recessão económica e um empobrecimento generalizado da população. A conjuntura económica, o baixo nível salarial e a elevada desigualdade na distribuição do rendimento exigem, no curto prazo, políticas que aumentem os rendimentos do trabalho e dinamizem o consumo e o mercado interno. Embora o aumento do consumo não seja sustentável no longo-prazo sem o reforço da produção e do investimento produtivo, deverá ser o ponto de partida para uma rápida recuperação económica. Utilizando a metodologia proposta por autores pós-keynesianos, a presente dissertação pretende provar que o aumento marginal da quota salarial tem efeitos positivos do PIB Português.
The wage share has been decreasing in most of developed countries since the late 80’s. Against the neoclassical beliefs and its theoretical background, this trend has not been translated into strong economic growth nor higher employment. Under a fiscal consolidation programme, Portugal has faced economic recession and generalized impoverishment for more than two years. The economic developments in the country, along with low wage level and high inequality in income distribution, demand short-run policies which increase workers’ income and foster consumption and the internal market. Although an increase in consumption cannot be sustainable in long-run without an enhancement of production and productive investment, it should be the root for economic recovery in the short-run. Using the methodology proposed by post-keynesian authors, this dissertation aims to prove that a marginal increase in wage share has positive effects on Portuguese GDP.
Descrição: Mestrado em Economia
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/6350
Aparece nas colecções:DE - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM-AIMFO-2013.pdf695,84 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.