Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/6226
Título: Efeitos de um programa de exercícios de reeducação sensório-motor no controlo postural e na incidência de lesões músculo-esqueléticas em futebolistas amadores
Autor: Coito, João António Luís
Orientador: Melo, Filipe Manuel Soares de
Oliveira, Raul Alexandre Nunes da Silva
Palavras-chave: Controlo postural
Futebol
Incidência
Lesões
Prevenção
Reeducação sensório-motor
Football
Incidence
Injury
Neuromotor reeducation
Postural control
Prevention
Data de Defesa: Jun-2013
Citação: Coito, João (2013) - Efeitos de um programa de exercícios de reeducação sensório-motor no controlo postural e na incidência de lesões músculo-esqueléticas em futebolistas amadores. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana.
Resumo: Introdução: Existem poucos estudos na literatura acerca da incidência de lesões em equipas de futebol amadoras masculinas, assim como a avaliação dos efeitos de um programa de exercícios na prevenção de lesões. Objectivos: (1) Avaliar os efeitos de um programa de reeducação sensório-motora durante 8 semanas no controlo postural e na incidência de lesões de uma equipa de futebol amadora. (2) Determinar a prevalência e incidência de lesões músculo-esqueléticas e caracterizar o seu padrão de ocorrência ao longo de duas épocas (2011-12 e 2012-13). Metodologia: A amostra foi constituida por uma equipa de futebol que competiu na 2ªDivisão B Portuguesa (n=31, média de 22,94 anos). As lesões da época 2011-12 foram registadas de uma forma retrospectiva, através da aplicação de um questionário aos atletas. Na época 2012-13 o tempo de exposição a treinos e jogos, bem como as lesões ocorridas, foram registadas prospectivamente. Nesta época, foram constituídos dois grupos - Grupo Experimental (GE) (n=13) e Grupo Controlo (GC) (n=12). Foram realizados dois momentos de avaliação, antes e depois do programa de exercícios, sendo avaliado o controlo postural, através de uma plataforma de força. Foram medidas o deslocamento do centro de pressão (no eixo médio-lateral, antero-posterior e total) e área de oscilação em apoio unipodal estático, bem como o pico inicial de força (PIF) e tempo de estabilização (TE) após a recepção unipodal de diferentes tipos de saltos. Resultados/discussão: Na época 2012-13, a incidência média de lesões foi de 6,26 por 1000 horas de exposição, sendo superior nos jogos (28,66 lesões por 1000 horas) do que nos treinos (4,02 lesões por 1000 horas). A incidência média de lesões no GE, nomeadamente de natureza capsulo-ligamentar foi menor (1,71 vs 3,11 lesões por 1000 horas de exposição) e muscular (1,37 vs 2,05 lesões por 1000 horas de exposição). Também verificámos que a média de dias de paragem por lesões deste tipo foi inferior no GE do que no GC, sugerindo um possível efeito protectivo do treino realizado. Registámos melhorias significativas na diminuição do PIF no GE após a realização do programa de treino (p < 0,05) bem como no TE (p<0,05). Conclusão: A aplicação de um programa de reeducação sensório-motora durante oito semanas em futebolistas teve efeitos positivos na melhoria do controlo postural, especialmente em tarefas mais exigentes do ponto de vista sensório-motor. A associação de uma abordagem cinemática e por EMG em futuros estudos poderá aumentar a consistência dos resultados obtidos.
Descrição: Mestrado em Ciências da Fisioterapia
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/6226
Aparece nas colecções:BFMH - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Final Parte 1.pdfCapa351,07 kBAdobe PDFVer/Abrir
Tese Final.pdfDocumento principal3,37 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.